Mercado abrirá em 2 h 30 min
  • BOVESPA

    113.812,87
    +105,11 (+0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.729,80
    -4,24 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,87
    -1,63 (-1,80%)
     
  • OURO

    1.763,60
    -7,60 (-0,43%)
     
  • BTC-USD

    21.759,84
    -1.755,75 (-7,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    517,71
    -40,02 (-7,18%)
     
  • S&P500

    4.283,74
    +9,70 (+0,23%)
     
  • DOW JONES

    33.999,04
    +18,72 (+0,06%)
     
  • FTSE

    7.540,69
    -1,16 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,81 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.404,00
    -119,25 (-0,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2209
    +0,0071 (+0,14%)
     

Preços do carvão e coque disparam na China com importações atingidas por Ômicron

·2 min de leitura
Termelétrica

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros do carvão metalúrgico e do coque chinês avançaram nesta quarta-feira, impulsionados por preocupações com o fornecimento, já que as importações de carvão da Mongólia foram interrompidas pelo recente surto da variante do coronavírus Ômicron.

Algumas cidades fronteiriças na região da Mongólia Interior, na China, e na província de Heilongjiang suspenderam as importações que não sejam por ferrovia, de produtos como carvão, minério de ferro, minério de cobre e zinco para reduzir o risco em meio a um recente ressurgimento de infecções.

"As importações de carvão térmico (da Mongólia) devem cair significativamente, muitos traders aumentaram os preços e devem aumentar ainda mais", escreveram analistas da Galaxy Futures em nota.

Os contratos futuros de carvão metalúrgico mais negociados na Bolsa de Commodities de Dalian, para entrega em maio, chegaram a saltar 7,2%, para 1.999 iuanes (314,10 dólares) a tonelada, e fecharam em alta de 6,1%, a 1.978 iuanes por tonelada.

Os preços do coque seguiram o aumento, com alta de 5,4%, para 2.798 iuanes por tonelada.

Os futuros do minério de ferro de referência na bolsa de Dalian, para entrega em janeiro, subiram 1,6%, para 624 iuanes por tonelada.

Os preços spot de 62% do minério de ferro para entrega na China, compilados pela consultoria SteelHome, ficaram estáveis nesta quarta-feira a 105,5 dólares por tonelada.

O vergalhão de aço para materiais de construção na Bolsa de Futuros de Xangai saltou 4%, para 4.306 iuanes por tonelada.

As bobinas laminadas a quente, usadas em carros e eletrodomésticos, avançaram 3,4%, para 4.720 iuanes por tonelada.

Os futuros do aço inoxidável de Xangai fecharam em alta de 0,2%, a 17.055 iuanes por tonelada.

(Reportagem de Min Zhang em Pequim e Enrico Dela Cruz em Manila)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos