Mercado fechará em 4 h 34 min
  • BOVESPA

    108.918,23
    -1.868,20 (-1,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.690,36
    -607,84 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,48
    -0,94 (-1,13%)
     
  • OURO

    1.781,40
    -3,50 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    64.343,24
    -1.621,09 (-2,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.524,03
    -10,62 (-0,69%)
     
  • S&P500

    4.535,51
    -0,68 (-0,01%)
     
  • DOW JONES

    35.515,16
    -94,18 (-0,26%)
     
  • FTSE

    7.198,74
    -24,36 (-0,34%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.406,25
    +28,75 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5623
    +0,0427 (+0,65%)
     

Preços ao produtor na zona do euro saltam como esperado em agosto por energia

·1 minuto de leitura
Fábrica de aço em Duisburg, Alemanha

BRUXELAS (Reuters) - Os preços ao produtor na zona do euro saltaram em agosto, conforme o esperado, impulsionados pelos custos da energia e por bens intermediários mais caros, conforme as economias europeias aceleram após o baque da pandemia.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou nesta terça-feira que os preços nos portões das fábricas dos 19 países que usam o euro subiram 1,1% em agosto sobre o mês anterior e 13,4% na comparação anual.

Economistas consultados pela Reuters esperavam altas mensal de 1,3% e anual de 13,5%.

Os preços da energia subiram 2% em agosto sobre o mês anterior e saltaram 32% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Os preços de bens intermediários, como aço ou sal, também avançaram com força --1,4% na comparação mensal e 14,2% na anual.

Altas nos preços ao produtor normalmente se traduzem em preços mais elevados para os consumidores, cuja inflação o Banco Central Europeu quer manter em torno de 2%. O banco e ministros das Finanças da zona do euro esperam que o salto da inflação passe nos próximos meses e que a inflação desacelere em 2022.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos