Mercado abrirá em 6 h 25 min

Preço do vergalhão de Xangai sobe com otimismo sobre demanda da China

Vergalhões de aço em Fenyang, China

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - Os contratos futuros do vergalhão chinês subiram nesta quarta-feira para seu maior nível em quatro semanas, impulsionados por novos sinais de maior apoio do governo ao problemático setor imobiliário local e medidas de estímulo para sustentar a economia chinesa em dificuldades.

Os preços do minério de ferro, no entanto, permaneceram limitados.

O contrato de vergalhão de janeiro mais ativo na Bolsa de Futuros de Xangai encerrou as negociações da manhã com alta de 0,3%, a 3.823 iuanes (528,86 dólares) a tonelada, depois de atingir seu maior nível desde 29 de agosto, a 3.856 iuanes, no início da sessão.

O vergalhão para outubro se manteve firme em 3.961 iuanes por tonelada, seu maior fechamento diurno desde 13 de setembro, com traders apostando que a demanda chinesa por aço continuará forte ou até aumentará ainda mais no próximo mês.

A atividade de construção na China geralmente atinge seu pico em setembro e outubro. Isso, juntamente com as manchetes positivas sobre o apoio intensificado do governo às incorporadoras, ajudou a estabilizar os mercados de aço e minério de ferro.

"Embora o consumo tenha melhorado em comparação com junho-julho, a taxa de desestocagem enfraqueceu", disseram analistas da Huatai Futures em nota.

O contrato de referência de minério de ferro para janeiro na Bolsa de Commodities de Dalian caiu 0,5%, para 711,50 iuanes (98,43 dólares) a tonelada. Na Bolsa de Cingapura, o contrato de outubro mais ativo do ingrediente siderúrgico recuou 2%, a 95,15 dólares a tonelada.

O reabastecimento da demanda antes do feriado da Semana Dourada da China a partir de 1º de outubro manteve limitadas as perdas nos contratos futuros de minério de ferro, disseram analistas.

(Por Enrico Dela Cruz em Manila)