Mercado fechará em 6 h 6 min
  • BOVESPA

    110.013,71
    +899,55 (+0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.879,21
    +70,65 (+0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,28
    +1,57 (+2,05%)
     
  • OURO

    1.644,20
    +10,80 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    20.190,59
    +999,67 (+5,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,42
    +3,29 (+0,72%)
     
  • S&P500

    3.701,80
    +46,76 (+1,28%)
     
  • DOW JONES

    29.546,46
    +285,65 (+0,98%)
     
  • FTSE

    7.042,83
    +21,88 (+0,31%)
     
  • HANG SENG

    17.860,31
    +5,17 (+0,03%)
     
  • NIKKEI

    26.571,87
    +140,32 (+0,53%)
     
  • NASDAQ

    11.537,25
    +221,00 (+1,95%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1617
    -0,0177 (-0,34%)
     

Preço médio da gasolina recua 0,8% após último corte da Petrobras, diz Ticket Log

Bomba de abastecimento em posto de combustível no Brasil

(Reuters) - O preço da gasolina recuou 0,8% nos postos do Brasil nos primeiros cinco dias de setembro, ante a média do final de agosto, após a redução mais recente da Petrobras sobre o valor do combustível para as refinarias, conforme levantamento divulgado nesta terça-feira pela Ticket Log.

O preço médio da gasolina na segunda-feira era de 5,46 reais o litro, informou a pesquisa, englobando um corte de 7% pela Petrobras que entrou em vigor no último dia 2.

Considerando-se o acumulado desde as três reduções anteriores, anunciadas em julho e em agosto, o recuo médio no preço do litro chegou a 12,21%, cerca de 0,76 real a menos no valor repassado ao consumidor.

"O reajuste com o maior efeito positivo para o bolso dos motoristas brasileiros continua sendo o do dia 19 de julho, que chegou a 0,92% de recuo nos primeiros dias após anúncio, resultado também da soma da isenção do ICMS", disse, em nota, Douglas Pina, diretor-geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil, proprietaária da marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade Ticket Log.

(Reportagem de Rafaella Barros)