Preço do imóvel subiu 13,7% em 2012, aponta FipeZap

O preço do metro quadrado anunciado encerrou 2012 com alta de 13,7%, segundo o Índice FipeZap. A variação é quase a metade da verificada em 2011, quando o preço do metro quadrado subiu 26,3%. "É difícil identificar o que foi mais relevante para essa queda, mas pesa uma questão de expectativa na economia", afirma Eduardo Zylberstajn, coordenador do índice.

A estimativa do mercado é que o Produto Interno Bruto (PIB) fique em 0,98% em 2012, segundo o Boletim Focus, do Banco Central. O número é bem abaixo do que os analistas previam para o indicador no início do ano passado. Para 2013, a aposta do mercado é de um crescimento de 3,3%.

No recorte regional, a maior variação anual do metro quadrado foi no Recife, alta de 17,8%. Na sequência, apareceram São Paulo (15,8%) e Rio (15,0%). A menor foi no Distrito Federal (4%). "São Paulo e Rio têm uma importância muito grande na atividade econômica do País e concentram boa parte da renda. Já Recife vive uma situação muito boa e isso acaba se refletindo no mercado imobiliário", afirma Zylberstajn.

Em dezembro, a alta mensal do composto nacional foi de 1%, acima dos meses anteriores - novembro (0,9%) e outubro (0,8%). Salvador (2,1%) e Distrito Federal (1,5%) tiveram os maiores reajustes no mês passado.

Vale ressaltar que, em São Paulo, a variação foi de 0,8%, a mais baixa já verificada na série histórica, iniciada em janeiro de 2008. "É a menor variação em cinco anos, mas ainda assim está acima da inflação. Isso mostra que o mercado não está parado", diz Zylberstajn.

O Rio teve o metro quadrado mais caro anunciado em dezembro (R$ 8.616), seguido pelo Distrito Federal (R$ 8.163) e São Paulo (R$ 7.017). O mais baixo foi em Salvador (R$ 3.935). A média nacional foi de R$ 7.049.

Em cinco anos, quando teve início a medição do Índice FipeZap, o indicador acumula alta de 194% no Rio e de 159% em São Paulo.

O Índice FipeZap também apurou que o preço médio anunciado na locação subiu 0,1% em dezembro e 10% no ano passado em São Paulo. No Rio, a alta anual apurada ficou em 11%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

cotações recentes

 
Cotações recentes
Símbolo Preço Variação % Var 
Seus tickers vistos mais recentemente aparecerão aqui automaticamente se você digitou um ticker no campo "Inserir símbolo/empresa" na parte inferior deste módulo.
É necessário permitir os cookies do seu navegador para ver as cotações mais recentes.
 
Entre para ver as cotações nos seus portfólios.

Resumo do Mercado

  • Moedas
    Moedas
    NomePreçoVariação% Variação
    3,2439-0,00010,00%
    USDBRL=X
    3,6508+0,0068+0,19%
    EURBRL=X
    0,8884-0,0019-0,21%
    USDEUR=X
  • Commodities
    Commodities
    NomePreçoVariação% Variação

Destaques do Mercado

  • Líderes em Volume
    Líderes em Volume
    NomePreçoVariação% Variação
    13,40-0,29-2,12%
    PETR4.SA
    3,54-0,09-2,48%
    GOAU4.SA
    8,41-0,10-1,18%
    ITSA4.SA
    3,53-0,04-1,12%
    USIM5.SA
    2,72+0,18+7,09%
    OIBR4.SA
  • Altas %
    Altas %
    NomePreçoVariação% Variação
    2,19+0,44+25,14%
    REDE3.SA
    26,90+4,40+19,56%
    GPCP3.SA
    63,41+8,42+15,31%
    USSX34.SA
    1,89+0,20+11,83%
    LIXC3.SA
    7,75+0,61+8,54%
    USIM3.SA
  • Baixas %
    Baixas %
    NomePreçoVariação% Variação
    5,00-1,35-21,26%
    IMBI3.SA
    2,30-0,49-17,56%
    TXRX4.SA
    3,28-0,48-12,77%
    CTNM3.SA
    3,50-0,50-12,50%
    ALUP4.SA
    5,34-0,65-10,85%
    CRPG5.SA