Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.114,16
    -2.601,84 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.808,56
    -587,38 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,20
    +0,49 (+0,64%)
     
  • OURO

    1.639,60
    +6,20 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    19.776,31
    +904,96 (+4,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    453,87
    +20,77 (+4,80%)
     
  • S&P500

    3.655,04
    -38,19 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    29.260,81
    -329,60 (-1,11%)
     
  • FTSE

    7.020,95
    +2,35 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    17.838,65
    -16,49 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    26.609,47
    +177,92 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    11.412,25
    +96,00 (+0,85%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1666
    -0,0128 (-0,25%)
     

Preço do diesel recua 4,65% no Brasil em agosto, diz Ticket Log

Veículo sendo abastecido em posto de combustíveis no Brasil

(Reuters) - Os preços do diesel nos postos de combustíveis do Brasil recuaram, em média, 4,65% em agosto na comparação com julho, segundo levantamento divulgado nesta quarta-feira pela Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil.

O litro do diesel tipo S10-- com menor teor de enxofre e mais utilizado no país-- foi comercializado no fim de agosto a um preço médio de 7,51 reais. Já o S500 registrou o preço médio de 7,42 reais.

O recuo se deve às reduções de preços pela Petrobras no combustível nas refinarias, uma de 3,56% no dia 5 de agosto e outra de 4% no dia 12.

Apesar das quedas, os preços do combustível ainda estão mais de 50% acima dos registrados no ano passado, segundo o diretor-Geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil, Douglas Pina.

"Quando comparamos com o preço comercializado nas bombas em 2021, em que o litro do tipo comum estava 4,83 reais e o tipo S-10 custava em média 4,89 reais, ainda temos um combustível cerca de 53% mais caro para os motoristas", disse Pina, em nota.

Na comparação com o mês anterior, o Nordeste apresentou as reduções mais expressivas para os dois tipos de diesel, com reduções de 5,61% no S500 e de 5,77% no S10.

(Por Rafaella Barros)