Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.591,41
    -172,59 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.435,45
    +140,65 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,41
    +0,65 (+0,58%)
     
  • OURO

    1.820,10
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    20.315,28
    -526,32 (-2,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    440,49
    -9,57 (-2,13%)
     
  • S&P500

    3.821,55
    -78,56 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    30.946,99
    -491,31 (-1,56%)
     
  • FTSE

    7.323,41
    +65,09 (+0,90%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,47 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    26.835,96
    -213,51 (-0,79%)
     
  • NASDAQ

    11.695,75
    +21,50 (+0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5436
    -0,0005 (-0,01%)
     

Preço da gasolina volta a subir nos postos, diz ANP

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO*** SANTO ANDRE, SP, 23/02/2021, BRASIL - Posto de combustível em Santo André, São Paulo. (Rivaldo Gomes/Folhapress_
***ARQUIVO*** SANTO ANDRE, SP, 23/02/2021, BRASIL - Posto de combustível em Santo André, São Paulo. (Rivaldo Gomes/Folhapress_

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O preço da gasolina interrompeu uma sequência de quedas e voltou a subir nos postos brasileiros, fechando a semana, em média, a R$ 7,247 por litro, 0,4% acima do valor verificado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis) na semana anterior.

O combustível vinha de três semanas seguidas de queda, acompanhando o recuo nas cotações do etanol anidro. Nesse período, o valor médio de venda do combustível no país havia caído 1,1%, ou R$ 0,08 por litro.

A alta desta semana engole pouco mais de um terço da queda nas semanas anteriores. Segundo a ANP, o preço médio da gasolina permanece acima de R$ 7 por litro em 23 estados e no Distrito Federal. Apenas São Paulo, Rio Grande do Sul e Amapá têm valores menores.

Beneficiado pelo início da colheita de cana-de-açúcar, o preço do etanol hidratado caiu 1,59% nos postos, segundo a ANP, para R$ 5,002 por litro. Em um mês, o produto acumula queda de 4,2%.

A desaceleração nos preços do combustível já se reflete nos índices de inflação. Em maio, o IPCA subiu 0,47% após três meses de taxas mensais superiores a 1%. Segundo o IBGE, a alta da gasolina passou de 2,48% em abril para 0,92% em maio. Houve ainda queda no etanol (-0,43%).

De acordo com os dados da ANP, o preço médio do diesel ficou praticamente estável esta semana, em R$ 6,886 por litro. Mesma situação foi verificada no preço do gás de cozinha, que fecha a semana vendido, em média, a R$ 112,64 por botijão de 13 quilos.

Nas últimas semanas, o governo iniciou uma ofensiva no Congresso para tentar frear a escalada nos preços dos combustíveis, patrocinando projetos de alteração na cobrança do ICMS e propondo subsidiar a perda de arrecadação dos estados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos