Mercado abrirá em 3 h 4 min
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,08
    +1,51 (+1,38%)
     
  • OURO

    1.827,10
    +2,30 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    21.089,67
    -377,25 (-1,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    460,45
    -1,34 (-0,29%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.334,82
    +76,50 (+1,05%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,45 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,20 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.084,75
    +44,25 (+0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5345
    -0,0096 (-0,17%)
     

Preço da gasolina nos EUA já está tão caro quanto no Brasil

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O preço da gasolina começa a bater recordes nos Estados Unidos e já custa tanto quanto no Brasil. Com a guerra na Ucrânia fazendo o preço do petróleo aumentar e o atual momento econômico do país, o combustível atingiu valores parecidos com os praticados em 2008, época de forte crise global.

Segundo dados da American Automobile Association (AAA), há estados em que os valores chegam a US$ 5 o galão (3,78 litros), aproximadamente US$ 1,32 o litro ou R$ 6,31, na conversão atual. Ou seja, preço bem parecido com o praticado em postos na cidade de São Paulo, por exemplo, que se aproximam dos R$ 7 na gasolina comum.

Análises do JP Morgan, por exemplo, mostram que esse cenário deve piorar e chegar aos US$ 6 o galão, ou R$ 7,55 o litro de gasolina. Isso deve ocorrer por vários fatores, mas o principal é o preço do petróleo, que chega a impressionantes US$ 115 o barril, motivado pela guerra na Ucrânia e os embargos econômicos sobre a Rússia.

Alta nos combustíveis afeta muitos países no mundo (Imagem: Reprodução/Szasa Amanda, Unsplash)
Alta nos combustíveis afeta muitos países no mundo (Imagem: Reprodução/Szasa Amanda, Unsplash)

A elevação do preço da gasolina também é um dos fatores que fizeram os Estados Unidos atingirem patamares recorde de inflação. Em abril, o indicador já estava em 8,5%, algo que fez o Federal Reserve, o equivalente ao Banco Central do Brasil, aumentar as taxas de juros.

Preços não impediram viagens

De acordo com a AAA, a demanda reprimida por viagens durante a pandemia da covid-19 fez com que os turistas e moradores dos Estados Unidos não se segurassem no último feriado do Memorial Day, em que são homenageados os soldados da Segunda Guerra Mundial.

Nem mesmo a alta nos preços da gasolina segurou os estadunidenses. Segundo levantamento da associação, mais de 35 milhões de carros foram para a estrada no feriado, patamares superiores aos de 2019, antes da pandemia. Isso deve mudar no decorrer dos meses e demais feriados.

Uma pesquisa feita pela entidade revela que se o combustível seguir aumentando, 65% dos motoristas vão repensar uma nova saída para viagens.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos