Preço da cesta básica do paulistano sobe 1,9% em outubro

SÃO PAULO - O preço da cesta básica vendida na cidade de São Paulo aumentou em todas as regiões pesquisadas no mês de outubro, de acordo com os dados mensais divulgados nesta segunda-feira (5) pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Em média, o preço do conjunto de produtos na capital ficou 1,9% mais caro no mês passado, em comparação com setembro, passando de R$ 318,02 para R$ 324,06 no período.

No acumulado dos últimos 12 meses a cesta ficou 12,47% mais cara, enquanto que no ano, o aumento já é de 9,86%.

Análise por região
Conforme relatou a pesquisa da Fipe, considerando o intervalo entre setembro e outubro deste ano, a região que apresentou a maior alta no preço foi a Oeste (Butantã, Pinheiros, Consolação, Lapa, etc.), com crescimento de 2,42%. No mês passado, o preço da cesta nesta região ficou em R$ 333,07.

Já a zona Leste II (Itaquera, Aricanduva, Itaim Paulista, etc) apresentou a segunda maior alta, de 2,12%. O conjunto na região saiu por R$ 312,66. Na sequência, a zona Sul I (Vila Mariana, Saúde, Santo Amaro, etc.) aparece com o terceiro maior aumento no período, de 1,94%, com valor de 338,48 no mês de outubro.

Na zona Sul II (Grajaú, Cidade Ademar, etc.) o aumento foi de 1,89% com os preços chegando a R$ 317,66 no décimo mês do ano; enquanto que na zona Leste I (Brás, Tatuapé, etc), a cesta básica ficou 1,69% mais cara, ficando em R$ 318,87.

Por fim, a Zona Norte (Limão, Casa Verde, Santana, etc.), teve aumento de 1,34% no período, custando em média R$ 323,64.

Carregando...