Mercado abrirá em 9 h 48 min
  • BOVESPA

    111.289,18
    +1.085,18 (+0,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.037,05
    -67,35 (-0,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,95
    -0,40 (-0,46%)
     
  • OURO

    1.814,10
    -15,60 (-0,85%)
     
  • BTC-USD

    35.907,19
    -1.013,91 (-2,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    817,29
    -38,52 (-4,50%)
     
  • S&P500

    4.349,93
    -6,52 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.168,09
    -129,61 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.469,78
    +98,32 (+1,33%)
     
  • HANG SENG

    23.856,28
    -433,62 (-1,79%)
     
  • NIKKEI

    26.443,20
    -568,13 (-2,10%)
     
  • NASDAQ

    13.950,25
    -208,25 (-1,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0978
    -0,0086 (-0,14%)
     

Preço do Brent fecha a US$80/barril após Opep+ manter alta de produção para fevereiro

·1 min de leitura
Tanque para armazenamento de petróleo em Mentone, Texas (EUA)

(Reuters) - O petróleo Brent saltou nesta terça-feira para 80 dólares por barril, seu maior nível desde novembro, depois que a Opep+ concordou em manter o aumento de produção planejado para fevereiro com base nas indicações de que a variante do coronavírus Ômicron teria apenas um leve impacto na demanda.

O Brent subiu 1,02 dólar, ou 1,3%, a 80 dólares o barril, quase de volta ao nível que estava em 26 de novembro, quando os relatórios da nova variante apareceram pela primeira vez, provocando uma queda de mais de 10% nos preços naquele dia.

Já o petróleo nos EUA (WTI) subiu 0,91 dólar, ou 1,2%, para 76,99 dólares.

"O mercado de petróleo está em alta hoje como resultado do otimismo proveniente da reunião mensal da Opep+, que está ajudando os preços do petróleo a subirem", disse o chefe de mercados de petróleo da Rystad Energy, Bjornar Tonhaugen.

A Opep+, que reúne a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados, concordou em manter o aumento planejado de 400.000 barris por dia (bpd) na produção de petróleo em fevereiro.

Sua decisão reflete um alívio de preocupações com um grande superávit no primeiro trimestre, bem como o desejo de dar orientações consistentes ao mercado.

A Casa Branca saudou a decisão da Opep+ de continuar a aumentar a produção, o que ajudará a facilitar a recuperação econômica, disse um porta-voz.

"Parece que o mercado está apostando que a Ômicron é o começo do fim da Covid-19", disse Scott Shelton, especialista em energia da United ICAP.

(Reportagem adicional de Bozorgmehr Sharafedin em Londres; Sonali Paul em Melbourne e Muyu Xu em Pequim)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos