Preço agropecuário em São Paulo sobe 2,19% em dezembro

O Índice quadrissemanal de Preços Recebidos (IqPR) pelo produtor rural paulista encerrou o mês de dezembro em alta de 2,19%. O levantamento é de pesquisadores do Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Secretaria estadual de Agricultura e Abastecimento. Separado em grupos de produtos, o IqPR-V (produtos de origem vegetal) e o IqPR-A (produtos de origem animal) apresentaram variação positiva de 1,40% e 4,35%, respectivamente.

Quando a cana-de-açúcar (que em dezembro fechou em queda de 0,32%) é excluída do cálculo do índice, em virtude da sua importância na ponderação dos produtos, o IqPR e o IqPR-V mantêm variação positiva, na ordem de 4,42% e 4,49%.

Os produtos do IqPR que registraram as maiores altas no mês de dezembro de 2012 foram: tomate para mesa (25,91%), feijão (14,67%), carne de frango (13,38%), laranja para mesa (9,32%) e banana nanica (8,98%). Segundo os pesquisadores, a oferta regular de tomate durou poucas semanas e o preço do produto voltou apresentar alta, caracterizando seu comportamento típico de 'gangorra'.

Os produtos que apresentaram as maiores quedas de preço no período foram: amendoim (7,69%), café (5,10%) e batata (3,74%). Conforme o IEA, a "liberação de estoques de amendoim superou a demanda, provocando a redução dos preços". Em dezembro, 13 produtos apresentaram alta de preços (8 de origem vegetal e 5 de origem animal) e 7 apresentaram queda (6 vegetais e 1 de origem animal).

Carregando...