Mercado fechará em 4 h 37 min
  • BOVESPA

    108.634,21
    -342,49 (-0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,36 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,45
    -1,83 (-2,40%)
     
  • OURO

    1.750,60
    -3,40 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    16.184,44
    -368,93 (-2,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    379,43
    -3,23 (-0,84%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,93 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.453,48
    -33,19 (-0,44%)
     
  • HANG SENG

    17.297,94
    -275,64 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    28.162,83
    -120,20 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.706,00
    -76,75 (-0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6339
    +0,0095 (+0,17%)
     

Prazo para atualização de dados do CadÚnico termina amanhã

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 21.02.2019 - Still de cédulas de real. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 21.02.2019 - Still de cédulas de real. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (AGÊNCIA BRASIL) - As famílias inscritas no Cadastro Único têm até esta sexta-feira (11) para atualizar os dados do CadÚnico (Cadastro Único), data em que se encerra o prazo de revisão de dados. O prazo foi prorrogado devido às grandes filas que têm sido formadas nos Cras (Centros de Referência em Assistência Social) de todo o país.

Segundo o Ministério da Cidadania, neste ano, apenas as famílias com cadastros revisados pela última vez em 2016 ou 2017 foram convocadas para atualizar as informações junto aos municípios.

O processo de revisão cadastral foi escalonado devido aos impactos causados pela pandemia de Covid-19. Com isso, as famílias que atualizaram dados pela última vez em 2018 ou 2019 serão convocadas nos próximos anos.

“As famílias inscritas no Cadastro Único devem atualizar os dados a cada dois anos ou sempre que houver alguma alteração. Quem for convocado para averiguação e revisão de dados deve comparecer a um Centro de Referência de Assistência Social ou a um posto de atendimento do CadÚnico do município”, informou o ministério em nota.

Segundo a pasta, a atualização cadastral é “fundamental para assegurar a qualidade dos dados e garantir que as informações registradas na base do CadÚnico estejam sempre de acordo com a realidade das famílias”.

A atualização do cadastro é obrigatória para a continuidade do recebimento de benefícios pagos via programas sociais como o Auxílio Brasil, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), a Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE) e a ID Jovem.