Mercado abrirá em 5 h 17 min
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,35 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,68
    +0,04 (+0,06%)
     
  • OURO

    1.775,80
    +6,80 (+0,38%)
     
  • BTC-USD

    32.929,53
    -2.556,34 (-7,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    814,02
    -125,93 (-13,40%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,32 (-1,58%)
     
  • FTSE

    6.978,99
    -38,48 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    28.424,92
    -376,35 (-1,31%)
     
  • NIKKEI

    28.010,93
    -953,15 (-3,29%)
     
  • NASDAQ

    14.048,00
    +13,00 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0134
    -0,0227 (-0,38%)
     

Prazo dado pelo Cruzeiro para que Yeison Gusman se apresente ao time mineiro acaba esta semana

·2 minuto de leitura


O Cruzeiro está parado fora dos campos, mas segue quente nos bastidores. A Raposa saberá se a carta enviada ao meia Yeison Guzmán, anunciado como reforço e que se recusou a se apresentar ao time mineiro, responderá à comunicação do clube azul, exigindo sua chegada ao Brasil.

O prazo dado pelo time celeste termina esta semana e a Raposa poderá acionar a FIFA e até processar o jogador colombiano, de 23 anos, que segue treinando normalmente no Envigado.

Entenda o caso

O Cruzeiro iniciou um processo no mês de abril para conseguir respostas e responsabilizar o meia Yeison Guzmán, vinculado ao Envigado, da Colômbia, que acertou sua vinda para a Raposa, mas desistiu do negócio, criando um imbróglio entre o atleta e o clube mineiro.

A Raposa prepara uma ação na FIFA e o primeiro passo foi dado: enviou uma uma carta a Guzmán solicitando que ele se apresentasse ao time brasileiro no prazo de 15 dias. Se o jogador não atender o pedido, o Cruzeiro pode acionar a entidade máxima do futebol.

O departamento jurídico do time mineiro entende que houve sim a concretização do vínculo com o jogador, de 23 anos. Tudo teria sido apresentado, como salários, benefícios e outros itens da negociação, tendo inclusive assinatura de Yeison.

O presidente do Envigado, confirmou que houve o envio da carta a Guzmán.

-Esperamos que seja definido da melhor forma do jogador. Ele tem contrato com o Envigado até 2024. Ele está focado no clube. Na parte jurídica, não é uma reclamação (na Fifa)- disse Ramiro Ruiz, ao programa “Gente, Pasión y Fútbol”, da Colômbia, que complementou:

-Yeison tem um pedido do Cruzeiro para que ele se apresente em 15 dias. Estamos com um advogado e é possível que, caso não se apresenta, tenha uma reclamação. Se outro clube contratar o jogador, o Envigado será solidário, e assim fará na Fifa, se houver a demanda.

O dirigente do clube colombiano pretende defender Guzmán caso ele seja processo pelo Cruzeiro. Ramiro Ruiz declarou que Guzmán não assinou um contrato com o time brasileiro.

-Tem várias interpretações na parte jurídica. Para o Cruzeiro, eles consideram que pode ser válido um contrato somente com o aceite de uma oferta. Eles mandaram uma carta, solicitando que o jogador se apresente em 15 dias. Estamos do lado do Yeison. Achamos que teve uma desinformação, que não foi bem assessorado. Nesse sentido, apresentamos a situação-completou o dirigente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos