Mercado fechará em 2 h 21 min
  • BOVESPA

    113.202,50
    -861,86 (-0,76%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.265,77
    -198,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,09
    +0,79 (+1,08%)
     
  • OURO

    1.751,50
    +1,70 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    41.834,14
    -2.927,45 (-6,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.040,54
    -62,52 (-5,67%)
     
  • S&P500

    4.448,20
    -0,78 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    34.751,35
    -13,47 (-0,04%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.292,00
    -11,50 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2512
    +0,0262 (+0,42%)
     

Prata no Rio, atirador Felipe Wu fica em 32º lugar em Tóquio

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O brasileiro Felipe Wu, que conquistou a medalha de prata no tiro esportivo nos Jogos Olímpicos de 2016, não conseguiu repetir em Tóquio o desempenho registrado no Rio de Janeiro. Ele obteve apenas a 32ª colocação na pistola de ar de 10 m e foi eliminado na primeira fase.

Com os 566 pontos obtidos neste sábado (24), no Asaka Shooting Range, o paulista de 29 anos falhou na tentativa de se colocar entre os oito primeiros colocados, que avançaram à decisão. Liderou a tábua de classificação, com 586 pontos, o indiano Chaudhary Saurabh.

Diferentemente do que havia ocorrido na edição anterior das Olimpíadas, Wu não chegou com favoritismo ao Japão. Sua vaga foi obtida com dificuldade e a preparação foi prejudicada pela pandemia, mas, uma vez classificado, ele se via em condições de surpreender os favoritos.

Não foi o que ocorreu. O atleta manteve uma média de pontuação baixa na maior parte suas seis séries de dez tiros e ficou distante de obter um lugar na decisão. Ele terminou a disputa à frente apenas de quatro competidores.

Felipe Wu era o único representante do Brasil no tiro esportivo em Tóquio. Foi a modalidade, nos Jogos de 1920, em Antuérpia, que deu ao país suas primeiras medalhas olímpicas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos