Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.937,87
    +1.057,05 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.371,98
    +152,72 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +0,01 (+0,02%)
     
  • OURO

    1.867,50
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    43.706,70
    -2.179,95 (-4,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.195,01
    -2,91 (-0,24%)
     
  • S&P500

    4.163,29
    -10,56 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.327,79
    -54,34 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.032,85
    -10,76 (-0,15%)
     
  • HANG SENG

    28.194,09
    +166,52 (+0,59%)
     
  • NIKKEI

    27.824,83
    -259,67 (-0,92%)
     
  • NASDAQ

    13.306,00
    +2,50 (+0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4112
    +0,0013 (+0,02%)
     

Próximos celulares com câmera sob a tela podem ser limitados a 90 Hz, diz rumor

Renan da Silva Dores
·2 minuto de leitura

Uma das inovações mais buscadas pelas fabricantes de smartphones, a câmera frontal sob o display já é uma realidade, ainda que com ressalvas. A ZTE foi a primeira empresa a disponibilizar o recurso aos consumidores com o Axon 20, mas a solução se mostrou limitada em relação à qualidade das fotos e vídeos capturados, além da resolução máxima utilizada na região do sensor.

A fabricante chinesa promete que a segunda geração da tecnologia, anunciada em fevereiro, deve corrigir a maior parte das falhas e entregar uma experiência mais consistente. Fora isso, rumores indicam que mais companhias, como Xiaomi e Samsung, devem trazer ao mercado suas próprias soluções para o problema. No entanto, um novo rumor sugere que ainda haverá limitações.

Interferência seria motivo de limite de 90 Hz

De acordo com recente postagem do leaker Digital Chat Station, os atuais protótipos de smartphones com câmera sob o display trazem tela com taxa de atualização limitada a 90 Hz. Essa frequência é superior aos 60 Hz tradicionais e entrega uma experiência fluida, mas está um tanto ultrapassada no segmento de celulares premium, considerando já ser possível encontrar dispositivos com 120 Hz, 144 Hz e até mesmo 165 Hz.

Segundo Digital Chat Station, protótipos atuais da câmera sob o display estão limitados a 90 Hz (Imagem: Reprodução/Digital Chat Station)
Segundo Digital Chat Station, protótipos atuais da câmera sob o display estão limitados a 90 Hz (Imagem: Reprodução/Digital Chat Station)

O leaker cita a necessidade de diminuir a diferença entre a tela principal e a câmera, sugerindo haver um limite de engenharia na tecnologia. Conforme aponta o site MySmartPrice, esse suposto limite do display para a lente frontal estaria envolvida com uma possível interferência que a atualização do painel causaria no sensor, já que a velocidade do obturador não conseguiria acompanhar a velocidade da tela, um problema especialmente em vídeos.

Os comentários da publicação mostram que os usuários têm opiniões divididas. Enquanto alguns enxergam que a troca entre ausência de furos e a velocidade da tela é justa, outros preferem maior taxa de atualização, mesmo que um furo ou entalhe sejam necessários.

Axon 30 e rivais com câmera sob o display

O próximo smartphone confirmado a chegar ao mercado com câmera sob o display é o Axon 30 da ZTE. O aparelho tinha o lançamento previsto para acontecer junto aos modelos Pro e Ultra, mas acabou sendo adiado em virtude da escassez global de chips. Curiosamente, a promessa da ZTE é que a versão de câmera que será embarcada no Axon 30 suporta até 120 Hz.

O Axon 30 com câmera sob o display pode trazer tela de 120 Hz (Imagem: Divulgação/ZTE)
O Axon 30 com câmera sob o display pode trazer tela de 120 Hz (Imagem: Divulgação/ZTE)

Assim sendo, o rumor de hoje pode estar relacionado às outras fabricantes especuladas para adotar a novidade neste ano, como a vivo, que deve estrear o recurso em seu primeiro dobrável, a Xiaomi, com o suposto Mi Mix 4, e a Samsung, também especulado para estrear a câmera sob o display em um futuro dobrável, possivelmente o Galaxy Z Fold 3.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: