Mercado fechado

Próxima versão do Firefox vai barrar pedidos de envio de notificações por sites

Rafael Arbulu

Segundo pesquisa feita pela Mozilla Foundation entre usuários do navegador Firefox, cerca de 99% dos pedidos de envio de notificação dos sites da internet são rejeitados por quem os acessa. Devido à impopularidade da função, a entidade responsável pelo browser anunciou que, em suas versões futuras, o Firefox vai barrar permanentemente esse tipo de pedido.

Começando pelo Firefox 70, o pedido de notificação será exibido apenas na primeira vez em que um usuário acessar uma página, com um diferencial: hoje, as respostas disponíveis são “Sim” e “Agora não”, mas a próxima versão do navegador deve trocar esta última para “Nunca”, efetivamente registrando a ordem do usuário e impedindo que o pedido retorne em outras visitas à página em questão.

Mais além, na versão 72 do Firefox, prevista para janeiro de 2020, o próprio pedido terá sua visibilidade reduzida a apenas um ícone na barra de endereços (atualmente, um pop-up completo aparece na tela do usuário).

Versão atual do Firefox já conta com controle de notificações de sites na internet, embora seu acionamento seja mais manual: versões futuras do navegador prometem um controle mais automatizado e intuitivo (Captura de Imagem: Rafael Arbulu/Canaltech)

Vale citar que o impedimento aos pedidos de notificações já existe na versão mais atual do Firefox, porém a Mozilla reconhece que, por exigir um trabalho mais manual por parte do usuário, a maioria das pessoas sequer sabe que ele existe: No menu de Opções (as três barras horizontais no canto superior direito > Opções), clique em “Privacidade & Segurança” e role a página até o final, encontrando a opção correspondente às notificações. Os ajustes ao lado dela permitem que você determine o nível de controle do Firefox sobre este recurso.

Aliás, neste mesmo menu você consegue ajustar outras coisas, como o rastreio de sites e redes sociais para anúncios publicitários personalizados e até a reprodução automática de vídeos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: