Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    33.857,34
    +1.542,83 (+4,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Prévia do Windows 11 poderá ser experimentada em breve; saiba como testar

·2 minuto de leitura

O Windows 11 foi oficialmente apresentado pela Microsoft e, naturalmente, todos querem logo experimentá-lo. Para frustração geral, a companhia informou que o sistema operacional ainda tem cerca de um ano inteiro de desenvolvimento até alcançar o público geral, contudo, existirá uma alternativa (desta vez legítima) de experimentar o sistema através do Windows Preview.

A partir da semana que vem, usuários cadastrados no programa de testes da empresa poderão conferir o que há de novo no sistema operacional com um download oficial. Os requisitos mínimos para a instalação são os mesmos da versão oficial, portanto incluem:

  • Processador 64-bit com 2 núcleos e com 1 GHz de frequência;

  • 4 GB de RAM;

  • 64 GB de armazenamento disponível;

  • GPU com suporte a DirectX 12;

  • Monitor de 9 polegadas ou superior com resolução de 720p;

  • Firmware com suporte a UEFI e Secure Boot;

  • Placa-mãe com TPM 2.0.

Uma forma de verificar a compatibilidade com sua máquina é através da ferramenta oficial da Microsoft chamada “Verificação de integridade do PC” (clique para baixar). Assim que instalado, o programa fará uma verificação de compatibilidade entre o seu PC e o W11. Se algo não estiver dentro do esperado, ele denunciará o problema.

Caso não fique claro qual o problema encontrado e você não souber o que inviabilizou a compatibilidade na sua máquina, é provável que a incompatibilidade esteja no componente TPM 2.0 (Trusted Platform Module). O Canaltech explicou o que é TPM 2.0 e qual a sua importância para a preservação da integridade do computador.

Se o seu computador ou placa-mãe forem novos, é provável que o mecanismo de segurança esteja desabilitado por padrão nas configurações de BIOS. Neste caso, a ativação leva apenas alguns minutos. O processo requer que você acesse o setup, encontre e habilite a opção correspondente a TPM e reinicie o computador aplicando as alterações. Daí, é de bom tom conferir novamente pela compatibilidade pela ferramenta da MS.

Para ingressar no Windows Insider, você só precisa acessar a página oficial do programa e registrar sua conta. Mais detalhes sobre como o programa funciona e como você pode contribuir com o desenvolvimento do Windows podem ser encontrados também no portal da Microsoft.

Versões de teste são instáveis

Antes de fazer a instalação, esteja ciente que embarcar em uma versão de testes do Windows significa estar disposto a encontrar bugs, ferramentas inacabadas e um sistema instável. Portanto, é interessante que você faça isso em uma máquina que não seja o seu único meio para trabalho, por exemplo, visto que os problemas podem ser bem inconvenientes.

O Windows 11 ainda não tem data de lançamento, mas a fabricante espera liberá-lo no início de 2022. A companhia não deu mais informações quanto a disponibilidade, tampouco o preço para se adquirir a chave do sistema, mas usuários do W10 poderão migrar gratuitamente por um ano.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos