Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.514,09
    -26,10 (-0,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Prévia do Windows 11 ganha widgets em tela cheia e mais 2 grandes novidades

A Microsoft experimenta uma bandeja de widgets expandida na prévia do Windows 11. Em atualização lançada para testadores inscritos no Canal Beta do programa Windows Insider, a empresa introduziu a exibição de complementos em tela cheia, as novas opções de energia no menu de Configurações e mais atalhos aos efeitos “Studio effects” a partir das Configurações Rápidas.

Widgets em tela cheia

A mais chamativa das adições está na nova bandeja de widgets do Windows 11. Agora, usuários podem colocá-la em tela cheia, em vez de visualizar os complementos numa parte da tela.

A exibição de widgets em tela cheia é ideal para tablets e notebooks híbridos (Imagem: Reprodução/Microsoft)
A exibição de widgets em tela cheia é ideal para tablets e notebooks híbridos (Imagem: Reprodução/Microsoft)

No novo formato, as ferramentas adicionais têm mais espaço para exibir informações, tornando a consulta mais rápida e, de certa forma, intuitiva. A adição remete ao padrão de interface em tela cheia do Windows 8, sendo mais interessante para dispositivos com telas sensíveis ao toque, como tablets e notebooks híbridos.

Opções de energia

As opções de energia do menu de Configurações também foram revisadas no Windows 11. A seção “Recomendações de energia” agora entregam sugestões de como otimizar o consumo de bateria do computador e reduzir a pegada de carbono do usuário.

A nova seção de gerenciamento de energia dá sugestões de como economizar bateria (Imagem: Reprodução/Microsoft)
A nova seção de gerenciamento de energia dá sugestões de como economizar bateria (Imagem: Reprodução/Microsoft)

As novas opções estão disponíveis em Configurações > Sistema > Energia e Bateria > Recomendações de energia.

Acesso rápido aos filtros

Os filtros “Studio effects” do Windows 11 podem ser acessados pelas Configurações Rápidas. A partir da seção, o usuário pode habilitar o desfoque de fundo, a centralização automática e outros detalhes que otimizam a comunicação em videochamadas.

Vale ressaltar, porém, que os Studio effects estão disponíveis exclusivamente em computadores equipadas com Unidades Neurais de Processamento (NPU) no processador, componente comum em processadores mais modernos.

Correção de bugs

O mais recente pacote do Windows 11 também é composto por uma série de correções de bugs. Confira alguns destaques:

  • Foram corrigidos os crashes aleatórios relacionados a mudanças na Barra de Tarefas;

  • Corrigido o bug que fazia o indicador de volume aparecer como silenciado por engano;

  • Foi melhorada a performance do Explorador de Arquivos na exclusão de dados e limpeza da lixeira;

  • Foi corrigido o erro que fazia o Menu de Contexto aparecer atrás da Barra de Tarefas.

Distribuição atípica

Dessa vez, além da distribuição da atualização acontecer de forma gradativa, a Microsoft libera as novidades em dois pacotes: Build 22623.885 e Build 22621.885. Na primeira, as novidades são habilitadas por padrão para testadores, enquanto a segunda tem todas elas desabilitadas. A compilação é enumerada KB5020054 em ambos os pacotes.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: