Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.927,79
    +1.397,79 (+1,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.744,92
    -185,48 (-0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,27
    +0,45 (+0,54%)
     
  • OURO

    1.817,30
    +0,80 (+0,04%)
     
  • BTC-USD

    43.013,45
    -274,41 (-0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.037,76
    +12,03 (+1,17%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.542,95
    -20,90 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    24.383,32
    -46,48 (-0,19%)
     
  • NIKKEI

    28.124,28
    -364,82 (-1,28%)
     
  • NASDAQ

    15.616,75
    +21,00 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3174
    -0,0154 (-0,24%)
     

Prédios desabam e causam duas mortes em Belo Horizonte (MG)

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um homem e uma criança de um ano e oito meses morreram no início da madrugada desta terça-feira (7) após o desabamento de dois prédios no bairro Jaqueline, zona norte de Belo Horizonte (MG). Outras três pessoas, entre elas a mãe da criança que morreu, foram socorridas com ferimentos e levadas para hospitais da região.

Um dos prédios, com quatro andares, não estava ocupado. As vítimas estavam no outro prédio, de três andares.

A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros ainda não informaram as causas dos desabamentos. Não foi possível determinar, por exemplo, qual dos dois imóveis caiu primeiro e se o acidente foi provocado pelas chuvas das últimas horas na cidade.

Na segunda-feira (6), uma criança de 3 anos ficou ferida após o desabamento do muro de uma casa no bairro São Gabriel, na região nordeste de Belo Horizonte.

A Defesa Civil de Belo Horizonte divulgou um alerta de risco geológico até sexta-feira (10) por causa do tempo chuvoso na cidade. "Recomenda-se atenção no grau de saturação do solo, sinais construtivos e cuidados com quedas de muros, deslizamentos e desabamentos", diz o alerta.

OUTROS CASOS

No dia 17 de novembro, um prédio de quatro andares desabou no Morro do Salgueiro, na zona norte do Rio de Janeiro e deixou um morto e três feridos. No fim de outubro, um prédio residencial de três andares desabou e deixou um morto e três feridos em Nilópolis, cidade da Baixada Fluminense.

Em junho, outro prédio, de quatro andares, desabou na comunidade de Rio das Pedras, zona oeste do Rio de Janeiro. Morreram um homem de 30 anos e uma menina de dois anos, que eram pai e filha. Quatro pessoas ficaram feridas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos