Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.530,44
    +156,57 (+0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.270,20
    -703,07 (-1,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,86
    +2,04 (+2,43%)
     
  • OURO

    1.814,60
    -1,90 (-0,10%)
     
  • BTC-USD

    41.622,23
    -633,07 (-1,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    992,16
    -17,23 (-1,71%)
     
  • S&P500

    4.584,23
    -78,62 (-1,69%)
     
  • DOW JONES

    35.407,65
    -504,16 (-1,40%)
     
  • FTSE

    7.563,55
    -47,68 (-0,63%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.248,25
    -347,50 (-2,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3029
    +0,0091 (+0,14%)
     

Pré-candidato da extrema direita à presidência da França faz gesto obsceno à pedestre

·1 min de leitura

A imagem chocou a França neste sábado (27). Um dos principais representantes da extrema direita da França e pré-candidato às próximas eleições presidenciais, Éric Zemmour mostrou o dedo médio a uma mulher em Marselha, no sul do país, onde realizou uma visita.

A cena foi registrada na saída de um restaurante de Marselha, depois que o jornalista e escritor Éric Zemmour visitou uma igreja da cidade. Uma mulher se aproximou do carro em que estava o ultraconservador. Zemmour abaixou o vidro da janela do veículo e ela lhe mostrou o dedo médio.

Como resposta, a mulher obteve o mesmo gesto. "E bem no fundo!", gritou Zemmour. Segundo Nicolas Tucat, fotógrafo da AFP que registrou o momento, ao lado do pré-candidato, sua conselheira, Sarah Knafo, gargalhava.

Zemmour realizou uma visita à Marselha neste sábado, a segunda maior cidade da França. Embora ainda não tenha anunciado sua candidatura para as eleições presidenciais francesas, previstas para serem realizadas em abril de 2022, o jornalista não esconde sua intenção.

Ao ser interrogado sobre o momento em que lançará a campanha, ele ironizou: "Eis uma grande pergunta quase metafísica". Segundo várias fontes próximas de Zemmour, o anúncio oficial pode ocorrer na próxima semana.

"Estamos apenas esperando que ele aperte o botão. Nós estamos prontos para isso", afirmou um membro de sua equipe, sem se identificar.

União contra Macron

Bolsonaro francês

(RFI com agências)


Leia mais

Leia também:
Eric Zemmour: o rosto de uma extrema direita ainda mais radical preocupa a França
Eleições francesas 2022: Macron lidera, mas extrema direita ocupa 2° e 3° lugares em pesquisa
Candidato da extrema direita francesa aponta fuzil para jornalistas e é comparado a Bolsonaro

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos