Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.927,79
    +1.397,79 (+1,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.744,92
    -185,48 (-0,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,27
    +2,15 (+2,62%)
     
  • OURO

    1.817,30
    -4,10 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    42.922,12
    -552,12 (-1,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.037,76
    +12,03 (+1,17%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.542,95
    -20,90 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    24.383,32
    -46,48 (-0,19%)
     
  • NIKKEI

    28.124,28
    -364,82 (-1,28%)
     
  • NASDAQ

    15.616,75
    +126,50 (+0,82%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3174
    -0,0154 (-0,24%)
     

Powell vê ajustes em requerimento de capital e análise climática em agenda futura

·2 min de leitura
O chair do Federal Reserve, Jerome Powell, ouve durante sua audiência de renomeação no Comitê de Bancos, Habitação e Assuntos Urbanos do Senado no Capitólio, em Washington, EUA, 11 de janeiro de 2022. Brendan Smialowski/Pool via REUTERS

Por Pete Schroeder

(Reuters) - O chair do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, disse nesta terça-feira que o banco central norte-americano está avaliando ajustar uma importante determinação de requerimento de capital e que vê a análise de cenário de estresse climático como uma "ferramenta-chave" para garantir que os principais bancos dos EUA estejam cientes dos riscos financeiros das mudanças no clima.

Especificamente, Powell afirmou que o Fed mantém seu plano de revisar o "índice de alavancagem suplementar", (SLR, na sigla em inglês), um grande limitador à atividade bancária, depois de queixas do setor de que a imposição o desencorajava a investir no mercado de Treasuries.

Powell fez as declarações durante audiência perante o Comitê Bancário do Senado dos EUA para sua renomeação como chefe do banco central dos Estados Unidos.

Preocupações com o impacto do SLR na atividade bancária estão se tornando mais agudas, conforme o Fed procura se afastar de suas compras de títulos enquanto reduz o estímulo econômico.

Instituições bancárias reclamaram que o SLR --que orienta bancos a reter capital contra investimentos, independentemente do risco associados-- efetivamente as desencorajou em termos de compra de tradicionais ativos seguros, como títulos do governo norte-americano.

O banco central foi forçado a renunciar temporariamente ao SLR depois que o mercado de Treasuries parou em março de 2020. O Fed deixou esse alívio expirar um ano depois, mas prometeu revisar o SLR para possíveis melhorias. Os comentários de Powell esclarecem que o tema ainda está na agenda do banco central.

Separadamente, Powell disse que a análise específica de potenciais riscos bancários associados ao clima será uma "ferramenta-chave" para supervisores do Fed no futuro, já que o banco central procura alcançar seus pares globais na avaliação dos riscos financeiros representados pelas mudanças climáticas.

A Reuters noticiou que o Fed pressionou bancos em conversas privadas sobre como têm avaliado internamente esse risco, e instituições bancárias acreditam que a instituição poderia lançar uma "análise de cenário" dos riscos climáticos em 2023.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos