Mercado abrirá em 5 h 5 min
  • BOVESPA

    113.430,54
    +1.157,53 (+1,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.564,27
    +42,84 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,05
    +0,18 (+0,23%)
     
  • OURO

    1.942,20
    -3,10 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    23.096,72
    +238,91 (+1,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,33
    +5,54 (+1,07%)
     
  • S&P500

    4.076,60
    +58,83 (+1,46%)
     
  • DOW JONES

    34.086,04
    +368,95 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.771,70
    -13,17 (-0,17%)
     
  • HANG SENG

    22.048,81
    +206,48 (+0,95%)
     
  • NIKKEI

    27.346,88
    +19,77 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.108,50
    -43,50 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5188
    +0,0032 (+0,06%)
     

Powell testa positivo para Covid e apresenta sintomas leves

Jerome Powell, chair do Fed, participa de um painel durante um Simpósio de Banco Central em Estocolmo, Suécia

WASHINGTON (Reuters) - O chair do Federal Reserve, Jerome Powell, testou positivo para Covid-19 nesta quarta-feira e apresenta sintomas leves, informou o banco central dos Estados Unidos em comunicado.

Powell, que completará 70 anos no mês que vem, está com suas vacinas e doses de reforço em dia e trabalha remotamente enquanto se isola em casa, disse o Fed.

A próxima reunião de política monetária do banco central será de 31 de janeiro a 1º de fevereiro. Investidores esperam que o Fed aumente a taxa de juros em um 0,25 ponto percentual nessa reunião.

Houve pouca reação nos mercados financeiros após o anúncio. Powell normalmente se prepara para as reuniões de definição de política monetária do Fed com um conjunto movimentado de compromissos pessoais e virtuais.

O painel de definição de juros do banco central tem uma tela gigante em sua sala de reuniões para que os membros que não puderem comparecer pessoalmente possam participar de forma virtual.

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, divulgou em abril passado que havia testado positivo para Covid-19, uma semana antes da reunião de política monetária do BCE.

Ela apresentou sintomas leves e também trabalhava de forma remota. Sua coletiva de imprensa naquela reunião prosseguiu, com sua participação por link de vídeo de casa, pois ainda testava positivo para o vírus.

(Por Ann Saphir e Lindsay Dunsmuir)