Mercado abrirá em 6 h 3 min
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,09
    +2,94 (+4,31%)
     
  • OURO

    1.797,30
    +9,20 (+0,51%)
     
  • BTC-USD

    57.355,29
    +3.038,48 (+5,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.432,75
    -22,66 (-1,56%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    23.791,86
    -288,66 (-1,20%)
     
  • NIKKEI

    28.292,27
    -459,35 (-1,60%)
     
  • NASDAQ

    16.214,25
    +163,25 (+1,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2997
    -0,0488 (-0,77%)
     

Powell, do Fed, diz que pleno emprego pode ser alcançado em meados de 2022

·1 min de leitura
Presidente do Federal Reserve, Jerome Powell

(Reuters) - O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, disse nesta quarta-feira que é possível que o mercado de trabalho dos EUA melhore o suficiente até meados do próximo ano para alcançar o que se considera o "pleno emprego", um marco importante a ser superado para que o banco central dos EUA considere aumentar as taxas de juros.

Powell, falando em uma coletiva de imprensa após a mais recente reunião de política monetária do Fed, também disse que as autoridades não detectaram "aumentos preocupantes" nos salários dos trabalhadores que possam aumentar o risco de uma "espiral salários-preços" se desenvolver de forma a forçar o Fed a agir mais cedo do que o esperado para conter a inflação.

(Por Dan Burns)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos