Poupança tem captação líquida de R$ 9,20 bi em dezembro

A caderneta de poupança registrou novo recorde de captação de recursos. Segundo o Banco Central, os depósitos superaram os saques em R$ 9,20 bilhões em dezembro de 2012, maior valor mensal da série histórica iniciada em 1995. O número é a diferença entre depósitos de R$ 121,8 bilhões e saques de R$ 112,6 bilhões.

Leia também:
Alta do IGP-M faz aluguel subir 7,8% no início de 2013
Classe média está mais otimista em 2013, diz pesquisa

No acumulado do ano passado foram captados R$ 49,719 bilhões, novo recorde. A maior captação anual havia sido verificada em 2010, quando os depósitos superaram os saques em R$ 38,681 bilhões. Em 2011, a captação havia recuado para R$ 14,186 bilhões. Em 2012, os depósitos somaram R$ 1,232 trilhão, segundo maior resultado anual, atrás do R$ 1,270 trilhão de 2011. Os saques no ano passado também ficaram atrás apenas do resultado do ano anterior, recuando de R$ 1,255 trilhão para R$ 1,182 trilhão nessa comparação.

A poupança, que teve suas regras de rentabilidade alteradas em maio do ano passado terminou 2012 com um estoque de R$ 496,3 bilhões, ante R$ 420 bilhões no final de 2011. A diferença influi não só a captação, mas também os rendimentos creditados no período, de R$ 26,583 bilhões, abaixo dos R$ 27,023 bilhões de 2011.

Carregando...