Mercado abrirá em 4 h 4 min
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.795,70
    +2,60 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    36.987,85
    +773,93 (+2,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    837,91
    +18,41 (+2,25%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.564,61
    -242,39 (-1,02%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.115,75
    +129,00 (+0,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0458
    +0,0218 (+0,36%)
     

Portugal voltará a endurecer restrições contra Covid no Natal se necessário, diz premiê

·1 min de leitura
Primeiro-ministro de Portugal, António Costa, durante entrevista coletiva em Lisboa

LISBOA (Reuters) - O governo de Portugal não hesitará para aumentar as restrições contra a Covid-19 durante as festas de Natal se elas forem necessárias para controlar uma disparada recente de casos da doença, disse o primeiro-ministro português, António Costa, nesta quarta-feira.

Apesar de o país ter um dos índices de vacinação mais elevados do mundo, um aumento recente de infecções e o surgimento da variante Ômicron do coronavírus levaram o governo a readotar algumas restrições a partir desta quarta-feira.

Quando indagado se o governo pode adotar mais medidas restritivas durante o período natalino, Costa respondeu: "Todos nós desejamos que estas medidas não sejam necessárias, mas se se tornarem necessárias, tomaremos essas medidas".

"Devemos estar sempre vigilantes para tomar novas medidas, se necessário. É assim que temos vivido nos últimos dois anos e temos conseguido prevalecer, embora tenha sido difícil para todos", disse o premiê aos repórteres.

Costa elogiou o povo português por sua mentalidade cívica e sua compreensão de que os indivíduos só estão protegidos quando toda a população está protegida.

Para enfrentar a disparada mais recente, o governo reinstituiu nesta quarta-feira a obrigatoriedade do uso de máscaras em espaços públicos fechados, recomendou o trabalho remoto sempre que possível e ordenou que todos os passageiros aéreos exibam um exame negativo de Covid ao chegar, mesmo que vacinados.

As exceções são pessoas com um certificado de recuperação do vírus e crianças de 12 anos ou menos.

(Por Sergio Gonçalves)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos