Portugal rejeita oferta de Efromovich por TAP e atrasa venda da empresa

Lisboa, 20 dez (EFE).- O governo português rejeitou nesta quinta-feira a oferta do magnata colombiano-brasileiro Germán Efromofich pela companhia aérea TAP, cujo processo de privatização fica suspenso, por enquanto, porque essa foi a única proposta apresentada.

A decisão adotada pelo Executivo luso foi anunciada após o Conselho de Ministros realizado nesta quinta, no qual foi abordado o tema da venda da companhia aérea dentro do programa de privatizações estipulado com a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional (FMI) como uma das condições para o resgate financeiro do país.

Embora seja desconhecido o valor da oferta realizada por Efromovich, cujo grupo Synergy engloba várias companhias aéreas como a colombiana Avianca e as equatorianas VIP e Aerogal, os meios de imprensa lusos falam de cerca de 350 milhões de euros, descontadas as dívidas da companhia que o comprador assumiria. EFE

Carregando...