Portugal injeta 1,1 bilhão de euros no Banif para recapitalizar a instituição

Lisboa, 31 dez (EFE).- O Governo português anunciou nesta segunda-feira que injetará 1,1 bilhão de euros no Banco Internacional de Funchal (Banif) para recapitalizar a instituição, em uma ajuda pública que virá dos fundos para o resgate financeiro do país.

A informação foi divulgada pelo Ministério das Finanças luso, comunicado enviado à Comissão da Bolsa de Valores. A operação implicará que o estado entre no conjunto de acionistas da instituição financeira, com objetivo de cumprir as metas de capital exigidas pela Autoridade Bancária Europeia.

Por este motivo, o caso do Banif é diferente do da injeção de capital aprovado pelo Governo português para o Banco Comercial Português (BCP) e o Banco Português de Investimentos (BIS), em junho, já que não implicou sua entrada no conjunto de acionistas.

As três entidades financeiras receberam 5,6 bilhões dos 12 bilhões de euros reservados ao resgate financeiro concedido para Portugal (cerca de 78 bilhões de euro), com intuito de apoiar a seus bancos.

O objetivo deste apoio público, de acordo com o Ministério das Finanças, é o de "garantir o acesso contínuo das empresas e dos cidadãos ao crédito e respaldar a economia" do país.

Portugal também injetou 1,65 bilhão de euro na estatal Caixa Geral de Depósitos, embora estes fundos não tenham vindo da ajuda concedida pela União Europeia e o Fundo Monetário Internacional, devido ao seu caráter público. EFE

Carregando...