Mercado fechado

Portabilidade de dívidas de aposentados pelo consignado pode ter juros menores

A nova credora entrará em contato com a original para acertar os termos da transferência (Getty Image)
A nova credora entrará em contato com a original para acertar os termos da transferência (Getty Image)
  • O BC permite a portabilidade das operações de crédito desde 2013

  • A taxa máxima de juros é de até 2,14% ao mês para empréstimo

  • A portabilidade pode ser solicitada a qualquer momento

Pegou empréstimo consignado e acha que a taxa de juros está muito alta? Aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) podem transferir a dívida para outros bancos. O Banco Central permite a portabilidade das operações de crédito desde 2013.

O site do Banco Central oferece uma lista com as taxas cobradas pelos bancos no consignado. A taxa de juros é de até 2,14% ao mês para empréstimo e 3,06% no cartão de crédito.

A Resolução nº 4.292, de 20 de dezembro de 2013, diz que o valor e o número de parcelas da nova instituição não podem ser superiores ao saldo devedor às parcelas da instituição anterior. Se isso acontecer, o cliente precisa assinar uma manifestação formal informando que concorda com o aumento do valor.

É importante ressaltar que a portabilidade pode ser solicitada a qualquer momento após a contratação do serviço de crédito. Para fazer a operação, basta reunir as informações sobre a dívida e apresentar para a outra instituição financeira. Depois disso, a nova credora entrará em contato com a original para acertar os termos da transferência.

Veja quais são as informações que o cliente precisa solicitar ao banco para fazer a portabilidade

  • Número do contrato;

  • Saldo devedor;

  • Demonstrativo da evolução do saldo devedor;

  • Modalidade;

  • Taxa de juros anual, nominal e efetiva;

  • Prazo total e remanescente;

  • Sistema de pagamento;

  • Valor de cada prestação;

  • Data do último vencimento da operação.