Mercado fechado
  • BOVESPA

    126.003,86
    +951,08 (+0,76%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.897,79
    +629,34 (+1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,94
    +0,03 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.798,10
    -1,10 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    37.227,76
    -818,29 (-2,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    883,11
    -32,38 (-3,54%)
     
  • S&P500

    4.422,30
    +10,51 (+0,24%)
     
  • DOW JONES

    35.144,31
    +82,76 (+0,24%)
     
  • FTSE

    7.025,43
    -2,15 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    26.192,32
    -1.129,66 (-4,13%)
     
  • NIKKEI

    27.958,38
    +125,09 (+0,45%)
     
  • NASDAQ

    15.106,00
    -11,75 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1118
    +0,0015 (+0,02%)
     

Porta-voz da Casa Branca diz que chances de acordo de alívio à Covid-19 antes da eleição são "pequenas"

WASHINGTON (Reuters) - A secretaria de imprensa da Casa Branca reduziu nesta terça-feira as perspectivas de que um pacote de alívio devido ao coronavírus seja definido antes da eleição presidencial norte-americana em 3 de novembro, culpando a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, por querer demais.

"As chances são pequenas quando há alguém como Nancy Pelosi como presidente da Câmara, quando se observa a proposta que eles apresentaram e que ainda permanece", disse a porta-voz da Casa Branca, Kayleigh McEnany, na Fox Business Network.

(Reportagem de Doina Chiacu)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos