Mercado fechado

Porta dos Fundos refaz vídeo apontado como gordofóbico após pedido de desculpas

Rafael Portugal gravou a nova versão do vídeo 'Teste de Covid' (Reprodução / Youtube Porta dos Fundos)

A produtora Porta dos Fundos mostrou que sabe ouvir o público e não tem receio de pedir desculpas. Após o último vídeo deles, ‘Teste de Covid’, ser acusado de gordofóbico eles aceitaram o erro e refizeram o conteúdo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários.

Publicado na última semana, o vídeo diz que o sars-cov-2, o vírus, não teria resistido ao corpo de um homem gordo que tem uma alimentação pouco saudável e nenhuma rotina de atividades físicas. No final da esquete o rapaz é convidado para que seu sangue ‘ruim’ seja testado como antídoto da doença.

Leia também

Em um movimento liderado pela influencer Bianca Barroca, e seguido por diversos outros perfis de empoderamento de corpos de todos os tipos e tamanhos, a produtora pediu desculpas. “Todos nós fizemos a leitura dos roteiros. E o mais curioso é que passou por todo mundo e não pensamos que seria gordofóbico. Era um vídeo onde a piada central do vídeo era uma pessoa que o organismo está ‘tão podre’ que o coronavírus não quer ficar lá dentro. O importante é conversar com as pessoas. Vamos conversar com as pessoas, aprender com os erros”, afirmou Fábio Porchat, um dos sócios da produtora.

Nesta quinta-feira (11), o vídeo foi republicado no canal com o ator Rafael Portugal interpretando o mesmo texto do vídeo original. Ele recebe a notícia que o vírus, e células cancerígenas, morram por não conseguir infectar o corpo dele.