Mercado abrirá em 2 h 50 min
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,47
    +0,46 (+0,64%)
     
  • OURO

    1.794,70
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    16.836,44
    +24,51 (+0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    395,44
    -6,60 (-1,64%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.481,97
    -7,22 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.537,75
    +28,25 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4745
    +0,0081 (+0,15%)
     

Pornhub e estrelas pornôs acusam Instagram de cometer censura seletiva

Pornhub e estrelas pornôs acusam Instagram de cometer censura seletiva (Foto: LIONEL BONAVENTURE/AFP via Getty Images)
Pornhub e estrelas pornôs acusam Instagram de cometer censura seletiva (Foto: LIONEL BONAVENTURE/AFP via Getty Images)
  • A acusação vem semanas depois que o Instagram desativou a conta oficial do Pornhub;

  • O grupo argumenta que fotos picantes de celebridades como Kim Kardashian são toleradas na plataforma;

  • O Instagram disse que alertou o site várias vezes na última década.

O Pornhub e um grupo de produtores de conteúdo sexual enviou uma carta a Meta acusando o Instagram de aplicar seletivamente suas regras de moderação de conteúdo. O grupo argumenta que fotos picantes de celebridades como Kim Kardashian são toleradas na plataforma, enquanto a indústria pornográfica é injustamente “censurada”.

“Exigimos uma explicação e orientação sobre por que nossas contas são excluídas continuamente e por que o conteúdo que gastamos dinheiro criando para interagir com nosso público é removido, mesmo quando não violamos nenhuma das regras do Instagram”, escreveram, nesta terça-feira (27), o Pornhub e as estrelas pornô a executivos da Meta, incluindo o CEO Mark Zuckerberg.

A carta vem semanas depois que o Instagram desativou a conta oficial do Pornhub, que tinha mais de 13 milhões de seguidores. O site especializado em conteúdo pornográfico afirma que nunca violou as diretrizes da comunidade do Instagram. O Instagram nega acusação e se recusa a dizer exatamente quantas violações o Pornhub acumulou, mas disse que alertou o site várias vezes na última década de que havia violado as diretrizes da comunidade.

“Desativamos permanentemente esta conta do Instagram por violar repetidamente nossas políticas”, disse o porta-voz, acrescentando que a proibição do Pornhub é permanente.

O Instagram no dia 2 de setembro enviou uma mensagem ao Pornhub dizendo: “Sua conta foi desativada por não seguir nossos termos. Você não poderá fazer login nesta conta e ninguém mais poderá vê-la.”

A briga no Instagram ocorre quando a Mindgeek, empresa-mãe do Pornhub, sediada em Luxemburgo, enfrenta uma investigação por supostamente não reprimir adequadamente vídeos menores de idade e não consensuais em seus sites, que também incluem RedTube, YouPorn e Brazzers.

A empresa está sendo processada uma ação coletiva de US$ 600 milhões movida no ano passado em nome de várias supostas vítimas menores de idade, incluindo uma menina de 12 anos, cujos vídeos foram compartilhados no Pornhub sem o consentimento deles.