Mercado fechará em 4 h 57 min

Por que os carros da Tesla estão encalhados?

A Tesla está promovendo uma verdadeira liquidação para limpar o estoque, especialmente em mercados fora dos Estados Unidos. Mas por que será que a marca referência em carros elétricos e em condução autônoma está com tantos carros encalhados?

Não há, na verdade, uma razão única que explique o fenômeno que se acentuou em 2022 e se tornou preocupação para a montadora de Elon Musk em 2023. A Tesla tem sido afetada por um conjunto de fatores, e eles têm refletido diretamente nas vendas, resultando em um pátio cada vez mais cheio de carros.

Tesla vendeu bem em 2022, mas produziu mais carros do que o mercado demandou (Imagem: Charlie Deets/Unsplash/CC)
Tesla vendeu bem em 2022, mas produziu mais carros do que o mercado demandou (Imagem: Charlie Deets/Unsplash/CC)

Antes de elencar as razões pelas quais os carros da Tesla estão encalhados, porém, é preciso citar um fato que é literalmente o oposto de todo esse cenário. Segundo relatório obtido pelo The New York Times, a Tesla vendeu 1,3 milhão de carros em 2022, 40% a mais do que no ano anterior. E mesmo assim ficou com um estoque encalhado. E agora vamos entender o porquê.

1. Oferta maior que a demanda

Uma das razões para os carros da Tesla estarem encalhados é matemática básica. A Tesla produziu, especialmente na fábrica de Xangai, na China, mais carros do que o mercado procurou comprar. A empresa esperava crescer 50% em vendas no ano, mas a alta foi de 40%. Resultado: Pelo menos 10% dos carros produzidos seguem sem uma garagem para chamar de sua.

Fábrica da Tesla produziu mais carros do que o mercado pediu em 2022 (Imagem: Divulgação/Tesla)
Fábrica da Tesla produziu mais carros do que o mercado pediu em 2022 (Imagem: Divulgação/Tesla)

2. Aumento da concorrência

Apesar das boas vendas em 2022, a Tesla perdeu um pedaço importante do mercado de carros elétricos para rivais que, antes, não a assustavam tanto. A BYD, por exemplo, superou a montadora de Elon Musk no número de emplacamentos, enquanto Volkswagen, General Motors e Ford galgaram degraus por conta da experiência em produzir carros mais baratos, uma exigência dos consumidores atuais.

BYD expandiu linha, vendeu mais que a Tesla e tirou mercado da rival (Imagem: Divulgação/BYD)
BYD expandiu linha, vendeu mais que a Tesla e tirou mercado da rival (Imagem: Divulgação/BYD)

3. Aumento da taxa de juros

O terceiro ponto que contribui para os carros da Tesla estarem encalhados é culpa da equipe econômica do governo dos Estados Unidos. O aumento da taxa de juros prejudicou sensivelmente as vendas dos elétricos da marca, que se viu obrigada a fazer uma liquidação e cortar os preços para tentar limpar o estoque.

Juros mais altos impactaram nas vendas, e Tesla apelou até para 'liquidação' (Imagem: ikvyatkovskaya/Envato/CC)
Juros mais altos impactaram nas vendas, e Tesla apelou até para 'liquidação' (Imagem: ikvyatkovskaya/Envato/CC)

4. Antipatia a Elon Musk

O quarto e último motivo pelo qual os carros da Tesla estão encalhados estaria ligado ao CEO da empresa, Elon Musk. Em um mundo que hoje, mais do que nunca, está politicamente dividido entre direita e esquerda, quem não simpatiza com Musk fomenta o boicote aos carros da marca.

A constatação foi feita por Daniel Ives, analista da Wedbush Securities, ao The New York Times. Segundo Ives, Musk “precisa parar de se concentrar tanto nos problemas do Twitter e concentrar suas energias na Tesla”. Será que o empresário, um dos homens mais ricos do planeta, vai seguir o conselho?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: