Mercado fechado

Por que o iPhone é mais seguro contra vírus?

Ariane Velasco

Os usuários do iPhone costumam citar a segurança do aparelho como um dos motivos para comprá-lo. Se você conhece um deles, certamente já ouviu a frase “não existe vírus para iPhone”, ou “o iPhone é bem mais seguro do que o Android”. Embora a segunda frase seja verdadeira, existe sim a possibilidade de um iPhone ser infectado por vírus. Entenda a seguir:

Vírus no iPhone: por que os aplicativos para iOS são mais seguros?

A segurança do iOS - o sistema operacional do iPhone - costuma ser maior do que o de seus concorrentes, porque a Apple utiliza as chamadas sandboxes, nas quais os aplicativos da App Store são executados quando baixados.

Para entender um pouco melhor como esse processo funciona, no entanto, é necessário compreender o que é uma sandbox: em suma, ela se trata de uma área separada, onde programas podem ser executados sem danificar o resto do sistema caso algum deles contenha um vírus. Assim, como em “caixas de areia” (conforme a própria tradução do termo sugere), eles podem ser utilizados sem medo de qualquer interferência no iOS.

Sandboxes garantem a segurança do iPhone contra vírus (Imagem: Reprodução)

As sandboxes funcionam como uma alternativa aos populares antivírus e anti-spywares. Como máquinas virtuais, elas apagam qualquer registro de dano que seja causado pelo programa baixado assim que o smartphone é reiniciado, impedindo assim que o sistema seja afetado por vírus ou que qualquer informação seja roubada. Assim, caso um aplicativo infectado seja baixado no iPhone, ele jamais poderá sair de sua própria sandbox, garantindo a segurança e a funcionalidade do aparelho.

Vírus no iPhone: uso da App Store

Uma vez que qualquer aplicativo utilizado no iPhone deve, antes de tudo, ser baixado através da App Store, isso garante que todos tenham que possuir uma sandbox, o que mantém a proteção do aparelho. Caso alguém desejasse, algum dia, infectar um iPhone com vírus, essa pessoa teria que desenvolver um malware discreto o suficiente para passar pela rigorosa seleção feita pela equipe da loja de aplicativos do iOS.

Isso significa que todo iPhone está seguro?

Não. Somente os aparelhos cujos donos não utilizam nenhuma espécie de jailbreak estão completamente livres de vírus, uma vez que o jailbreak faz com que o usuário perca a segurança da App Store ao permitir instalações de fora da loja de aplicativos. Por isso, antes de instalar qualquer tipo de app que não esteja incluído na loja oficial da Apple, pense bem.

A App Store garante a segurança dos aplicativos de iPhone contra vírus (Imagem: Reprodução)

Instalei um antivírus no meu iPhone. Isso quer dizer que ele está seguro?

Segundo uma análise feita pela Kaspersky, especializada no desenvolvimento de soluções de segurança digital, a instalação de um antivírus no iPhone não implica em segurança, uma vez que qualquer solução do gênero é desnecessária caso o dono baixe aplicativos diretamente pela App Store.

Uma vez que qualquer ferramenta de segurança só poderia ser baixada pela loja de apps, ela se igualaria a qualquer outro aplicativo, como o Instagram ou Facebook, por exemplo. Além disso, não é permitido ao antivírus acessar quaisquer dados de outros aplicativos, uma vez que, no iPhone, conforme dito anteriormente, todos estão presos em suas sandboxes. Assim, além de desnecessário, antivírus pagos podem se tratar de propaganda falsa.

Kaspersky: empresa garante que o iPhone não precisa de antivírus (Imagem: Divulgação)

Estou livre de qualquer ameaça ao utilizar um iPhone?

Não. Se você possui um iPhone, está protegido contra certos tipos de vírus. Porém, vale considerar usar aplicativos com tecnologias antiphishing e antitracking, golpes que visam acessar dados bancários de clientes, sem necessariamente precisar de um código malicioso para atingir o usuário. Assim, embora o iPhone não precise de antivírus para se manter protegido, é interessante tomar outros cuidados que protegerão sua integridade e seus dados, uma vez que hackers estão sempre tentando explorar vulnerabilidades no iOS.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: