Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.114,16
    -2.601,84 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.808,56
    -587,38 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,96
    +0,25 (+0,33%)
     
  • OURO

    1.636,40
    +3,00 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    19.337,76
    +518,05 (+2,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    444,37
    +11,27 (+2,60%)
     
  • S&P500

    3.655,04
    -38,19 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    29.260,81
    -329,60 (-1,11%)
     
  • FTSE

    7.020,95
    +2,35 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    -78,13 (-0,44%)
     
  • NIKKEI

    26.568,19
    +136,64 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    11.390,50
    +74,25 (+0,66%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1666
    -0,0128 (-0,25%)
     

Por que cachorro pinscher é tão bravo?

Conhecido por ser 50% ódio e 50% tremedeira, o pinscher é uma raça de cachorro que costuma viralizar em vídeos nas redes sociais por sua braveza. Memes sobre o cão também são bastante comuns e compartilhados como figurinhas em conversa pelo WhatsApp e pelo Telegram. Toda essa fama de mau, contrasta com o seu diminuto tamanho.

Apenas no TikTok, a hashtag brasileira #PinscherBravo acumula 162,4 milhões de visualizações. São tantos relatos e vídeos sobre esse cachorro que muita gente tem medo da raça, "porque pinscher é bravo" e pode ser muito traiçoeiro.

Para entender se o pinscher é bravo mesmo e o porquê da raça tremer tanto, o Canaltech conversou com a veterinária Julia Germano, da rede Pet de TODOS. Germano é especializada em comportamento animal e adianta que, às vezes, a tremedeira pode ser indicativo de uma doença — mas que viraliza apenas como algo engraçado.

Por que o pinscher é bravo?

Infelizmente, o pinscher bravo não é um mito criado e disseminado nas redes sociais, já que a braveza e os latidos podem ser características da raça, sim. Talvez, o que deve ser melhor entendido é o porquê disso acontecer. Na verdade, eles têm um instinto de proteção mais aflorado e não gostam de nada que possam colocá-los em perigo.

"Cães da raça Pinscher, embora pequenos, são destemidos, têm mais energia que o comum na espécie canina e possuem um instinto protetor mais aflorado que muitas outras raças de cães", explica Germano. "Pela presença deste instinto, estão sempre dispostos a proteger sua família e seus pertences, mas muitas vezes acabam confundindo defesa com agressividade, por isso rosnam e latem frequentemente", acrescenta.

Pinscher é bravo, mas o motivo deste comportamento está em sua personalidade protetora (Imagem: Cynoclub/Envato)
Pinscher é bravo, mas o motivo deste comportamento está em sua personalidade protetora (Imagem: Cynoclub/Envato)

O que pode deixar o pinscher bravo?

Basicamente, o pinscher pode ficar bravo com qualquer situação que gere desconforto. Entre as circunstâncias mais comuns, a especialista em comportamento animal destaca:

  • Receber alguém desconhecido em seu território;

  • Perder algum brinquedo;

  • Perceber alguma situação que “ameace” seu tutor.

Outras raças de cães são tão bravas quanto o pinscher?

Agora, quem acha que só o pinscher é bravo está enganado. Segundo Germano, "é importante destacarmos que cães de pequeno porte comumente são mais agressivos. Na visão deles, estão mais suscetíveis a ameaças e, por isso, atacam para se defender, como é o caso dos chihuahuas".

Após descobrir o porquê do comportamento mais agressivo nesta raça, você já pode encarar o próximo vídeo de um pinscher bravo de uma nova maneira: é apenas um cachorro pequeno, super destemido, pronto para defender sua família de qualquer perigo — real ou imaginário.

A tremedeira do pinscher tem explicação?

Se 50% do pinscher é composto pela braveza, a outra parte é composta pela tremedeira e, aqui, temos uma explicação científica para isso. Segundo a médica veterinária, os pinschers normalmente tremem devido à Síndrome do Tremor Generalizado (STG). Isso, é claro, quando descartamos situações de frio e de medo intenso.

"A STG é comum em raças pequenas de cães, principalmente em cachorros da raça pinscher e Yorkshire Terrier, e decorre de inflamações causadas no cerebelo do animal", afirma Germano. A partir de uma análise comportamental, "podemos observar essa situação de forma mais intensa em animais ansiosos ou que ficam agitados com facilidade", acrescenta.

A seguir, confira um exemplo da tremedeira de pinscher:

Outras causas de tremores no cachorro

Aqui, "é importante destacarmos que esses tremores são comuns, mas podem indicar alguma doença se vierem a acontecer após o exercício [físico], por exemplo, porque pode ser sinônimo de fraqueza", detalha a veterinária. Nesses casos, é indicado buscar a avaliação de um profissional.

"Para saber quando o animal está sofrendo da STG ou de alguma doença mais preocupante, o tutor deve se atentar ao momento em que ele treme: é após algum exercício de caminhada? Pode sinalizar fraqueza e uma possível doença que esteja abalando o organismo do animal, como anemia. É em algum momento de estresse ou de ansiedade? Então a resposta está na STG", completa.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: