Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.326,84
    -54,96 (-0,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Por que as ações da Magazine Luiza seguem caindo?

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Magazine Luiza anuncia hoje seus resultados do quarto trimestre de 2021, mas as expectativas não são otimistas
Magazine Luiza anuncia hoje seus resultados do quarto trimestre de 2021, mas as expectativas não são otimistas

(Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

  • Ações da Magazine Luiza caem 75% nos últimos doze meses;

  • Nos últimos cinco anos, empresa valorizou mais de 35.000%;

  • Inflação e concorrência contribuem para cenário pouco favorável.

Depois de desfrutar de ‘tempos dourados’ na Bolsa de Valores – em que valorizou 35.000% em apenas cinco anos - a Magazine Luíza acompanhou suas ações despencarem 75% nos últimos doze meses. Em meio a esse cenário pouco favorável, a pergunta que fica é: por que a ex-queridinha dos investidores agora traz preocupações?

Primeiro, é preciso entender que o período em que a Magalu começou a encarar uma virada no tempo corresponde ao terceiro trimestre de 2021. Na época, a varejista teve alta de 12% nas vendas, mas queda de quase 90% no lucro ajustado (R$ 22,5 milhões).

O cenário macroeconômico, afetado pelo aumento da inflação – que fechou em 10,06% no ano passado –, teve impacto sobre a Magalu, especialmente porque mais da metade de suas vendas vêm de eletrodomésticos e eletrônicos. Com os preços de combustíveis e alimentos lá em cima, os brasileiros passaram a comprar menos esse tipo de item.

“Trata-se de um mercado tipicamente cíclico: quando a economia sofre com crescimento em baixa e juros em alta, as vendas se retraem”, disse a companhia no relatório de desempenho do terceiro trimestre de 2021, ao explicar os resultados mesmo com “a crescente diversificação de categorias”.

Além disso, conforme apontado pela Exame, a concorrência com outras empresas ficou mais acirrada. A Via, que se reorganizou nos últimos anos, já tem uma base de lojas maior do que a Magalu, e a Americanas provou que acertou ao juntar suas operações físicas com seu braço digital – a B2W.

Multinacionais, como o Mercado Livre, Shopee, Alibaba e Amazon também têm ganhado cada vez mais espaço no mercado brasileiro, o que faz com que a Magalu precise se mexer de forma estratégica para manter seu ‘lugar ao sol’.

Varejista pode fechar no prejuízo

Nesta segunda-feira (14), a Magazine Luiza anunciará seus resultados do quarto trimestre de 2021, mas as expectativas não são otimistas: calcula-se que os papéis fecharão em queda e que a empresa apresentará prejuízo.

Frente à ansiedade pelos resultados, a gigante recuava 4,92% por volta das 15h20 de hoje, com cada ação cotada a R$ 5,41.

A divulgação deve ocorrer após às 17h, que é quando o mercado de ações fecha no Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos