Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.539,83
    +1.882,18 (+1,91%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.201,81
    +546,36 (+1,45%)
     
  • PETROLEO CRU

    41,51
    +0,05 (+0,12%)
     
  • OURO

    1.912,10
    -3,30 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    11.933,40
    +876,39 (+7,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    239,54
    +0,62 (+0,26%)
     
  • S&P500

    3.443,12
    +16,20 (+0,47%)
     
  • DOW JONES

    28.308,79
    +113,37 (+0,40%)
     
  • FTSE

    5.889,22
    +4,57 (+0,08%)
     
  • HANG SENG

    24.569,54
    +27,28 (+0,11%)
     
  • NIKKEI

    23.567,04
    -104,09 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    11.677,50
    +16,75 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6264
    +0,0275 (+0,42%)
     

Por que Amazon e Magalu estão de olho na compra dos Correios

Marcus Couto
·2 minutos de leitura
Jeff Bezos, executivo-chefe da Amazon. (Foto: AP Photo/Pablo Martinez Monsivais)
Jeff Bezos, executivo-chefe da Amazon. (Foto: AP Photo/Pablo Martinez Monsivais)

Nesta quarta-feira (16), o ministro das Comunicações, Fabio Faria, revelou que há cinco grupos interessados na compra dos Correios brasileiros. Entre eles, as redes de varejo Magazine Luiza, Amazon e Fedex (essas duas últimas estrangeiras).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O serviço postal nacional tem estado no centro de uma discussão sobre sua privatização, acelerada por uma greve de funcionários contra condições de trabalho precárias, e a criação de uma “casta” de supersalários no topo da empresa, composta por militares ligados ao atual presidente, o general Floriano Peixoto Vieira Neto.

Leia também

Os Correios afirmam que as condições financeiras da empresa não permitem atender às reivindicações dos funcionários.

Paralelamente, o governo anunciou esforços para privatizar a empresa, e essa última revelação, dos nomes de grupos interessados, demonstra que os trabalhos se encontram em estágio avançado.

Mas por que empresas como Amazon e Magalu estariam interessadas nos Correios, considerando que a empresa vencedora terá que assumir o serviço de entregas postais, considerado decadente?

Posição de mercado pode ser a explicação mais direta. A Amazon, por exemplo, acaba de anunciar a abertura de ma quinto centro de distribuição em São Paulo – seu maior até agora – e garantiu que seus planos de expansão no país estão a todo vapor. Nesse contexto, assumir a operação dos Correios poderia garantir vantagens logísticas importantes para dar à empresa uma vantagem estratégica sobre as concorrentes.

E o mesmo vale para as outras empresas interessadas.

Em julho, o executivo-chefe da Amazon, Jeff Bezos, deu uma pista importante sobre essa estratégia em seu depoimento ao Congresso dos Estados Unidos. Questionado sobre os motivos para a aquisição de uma empresa, Bezos revelou que a obtenção de posição de mercado é um fator crucial para suas decisões, até mesmo em situações em que este seja o único motivo para abrir o bolso e seguir com o negócio.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube