Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,11 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,12 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,39
    +0,49 (+0,76%)
     
  • OURO

    1.833,70
    +2,40 (+0,13%)
     
  • BTC-USD

    58.144,51
    -560,83 (-0,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,29 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,26 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,85 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,42 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.737,75
    +28,00 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3656
    -0,0010 (-0,02%)
     

Por que algumas pessoas sentem fome o tempo todo?

Nathan Vieira
·2 minuto de leitura

Você é desses que sentem fome literalmente o dia inteiro? Cuidado, isso pode ser fruto de uma queda nos níveis de açúcar em seu sangue. Segundo um estudo norte-americano feito pelo Predict (um programa de pesquisa nutricional que analisa as respostas aos alimentos), pelo King's College London e pela empresa de ciências da saúde ZOE, pessoas que experimentam grandes quedas nos níveis de glicose (açúcar) no sangue, várias horas após comer, acabam sentindo fome e consumindo centenas de calorias a mais durante o dia do que outras.

A equipe de pesquisa coletou dados detalhados sobre as respostas de açúcar no sangue e outros marcadores de saúde de 1.070 pessoas por um período de duas semanas, em meio a refeições padronizadas. Os participantes também realizaram um teste de resposta de glicose no sangue em jejum para mensurar como o corpo processa o açúcar.

Durante o estudo, os participantes tiveram que usar monitores contínuos de glicose (CGMs) e wearables para monitorar a atividade e o sono. Eles também usaram um app para registrar os níveis de fome e tudo o que comeram ao longo do dia (tal como o exato período dessa refeição).

Após analisar os dados, a equipe notou quedas de açúcar significativas de 2 a 4 horas em algumas pessoas. Alguns dos participantes tiveram um aumento de 9% na fome e esperaram cerca de meia hora a menos, em média, antes da refeição seguinte, embora comessem exatamente a mesma comida.

Fome interminável pode ser fruto de uma queda nos níveis de açúcar no sangue, de acordo com novo estudo norte-americano (Imagem: Mathilde Langevin/Unsplash)
Fome interminável pode ser fruto de uma queda nos níveis de açúcar no sangue, de acordo com novo estudo norte-americano (Imagem: Mathilde Langevin/Unsplash)

De acordo com a Dra. Sarah Berry, do King's College London, há muito tempo se suspeita que os níveis de açúcar no sangue desempenham um papel importante no controle da fome, mas os resultados de estudos anteriores foram inconclusivos. "Agora mostramos que as quedas de açúcar são um indicador melhor de fome e ingestão de calorias subsequente do que a resposta inicial de pico de açúcar no sangue após comer, mudando a forma como pensamos sobre a relação entre os níveis de açúcar no sangue e os alimentos que comemos", apontou a especialista envolvida no estudo.

Enquanto isso, a professora Ana Valdes, da Escola de Medicina da Universidade de Nottingham, que liderou a equipe do estudo, afirmou que muitas pessoas lutam para perder peso e mantê-lo, e apenas algumas centenas de calorias extras por dia podem chegar a vários quilos de ganho de peso ao longo de um ano. "Nossa descoberta de que o nível do açúcar depois de comer tem um grande impacto sobre a fome e o apetite tem um grande potencial para ajudar as pessoas a compreender e controlar seu peso e sua saúde em longo prazo", apontou.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: