Mercado fechará em 6 h 23 min

Por indicação de Sampaoli, Palmeiras tentou Soteldo em janeiro

Soteldo tem feito força para jogar no Atlético-MG (Marcello Zambrana/Agif)

O Atlético-MG não é o único clube que abriu negociação por Soteldo após indicação de Jorge Sampaoli. O Palmeiras já havia feito o mesmo no mês passado. Importante: o técnico argentino sabia da fragilidade no contrato de Soteldo com o Peixe e dividiu tal informação com os dois times com quem negociou após deixar a Vila Belmiro.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

“A gente entrou em contato com o Huachipato para entender direito”, confirma um dirigente palmeirense, em contato com o Blog. “Mas foi no começo do ano e já desistimos da negociação. Seria muito cara, na casa dos US$ 10 milhões”, acrescenta.

Leia também:

O Atlético-MG também seguiu o mesmo caminho: depois da sugestão de Sampaoli, abriu conversas com o clube chileno que detém 50% dos direitos econômicos de Sampaoli - o Santos é dono da outra metade. E com a ajuda do Banco BMG, seu patrocinador, o Galo ofereceu US$ 12 milhões por 100% do venezuelano.

Agora, o Santos tem duas possibilidades: aceitar a venda de Soteldo e ficar com US$ 6 milhões ou comprar a parte do Huachipato pelos mesmos US$ 6 milhões. O pior é que, de acordo com o Globoesporte.com, o Peixe ainda deve US$ 3,3 milhões aos chilenos. Ou seja, terá de desembolsar US$ 9,3 milhões.

Tanto o Huachipato quanto Soteldo querem a transferência para o Atlético-MG. E o prazo do Santos para se posicionar termina nesta quinta-feira.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter