Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.767,34
    +45,45 (+0,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Por falta de chip, GM diminui produção nos Estados Unidos

·1 minuto de leitura
A maior montadora dos Estados Unidos interromperá a produção na próxima semana em sua fábrica de Fort Wayne, Indiana, e em Silao, no México, ambas construindo picapes. (Bill Pugliano/Getty Images)
  • Escassez de chip tem paralisado uma série de fábricas pelo mundo

  • GM, Ford e Toyota diminuíram produção nos últimos meses

  • Companhia irá aproveitar paralisação para consertar e finalizar veículos

A falta global de chips semicondutores está afetando a indústria automotiva nos Estados Unidos. Na última quinta-feira (2), a General Motors anunciou que vai diminuir a produção de veículos pela ausência do item que é parte chave para o sistema de caminhões e carros esportivos.

Leia também:

A maior montadora dos Estados Unidos interromperá a produção na próxima semana em sua fábrica de Fort Wayne, Indiana, e em Silao, no México, ambas construindo picapes. No total, a GM está cortando a produção em oito plantas norte-americanas. A escassez de chips em toda a indústria está causando cortes profundos na produção de automóveis em todo o mundo e funcionários da indústria automobilística dizem que o problema está piorando.

No início da semana, a Ford disse que também cortará a produção de caminhões na próxima semana e que suas vendas de agosto nos EUA caíram 33% com a escassez de chips. A Toyota vai reduzir a produção global de setembro em 40% em relação ao plano inicial.

A GM interromperá os trabalhos na fábrica de Wentzville, Missouri, por duas semanas a partir de 6 de setembro. No local, a empresa produz caminhões. Outras plantas no Canadá e México também serão afetadas. A companhia disse que durante o tempo de inatividade da produção irá consertar e enviar veículos inacabados nas fábricas afetadas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos