Mercado abrirá em 1 h

Polonês vê Ronaldo “Jacaré” como trampolim ao cinturão de Jon Jones

Blachowicz promete nocautear 'Jacaré' (Alexandre Schneider/Zuffa LLC/Getty Images)

Jan Blachowicz dará as boas vindas a Ronaldo “Jacaré” à categoria dos meio pesados (93kg) na luta principal do UFC deste sábado em São Paulo, e acredita que uma boa vitória pode lhe garantir uma oportunidade de desafiar o campeão Jon Jones em 2020.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Embalado por um impressionante nocaute sobre Luke Rockhold, ex-detentor do cinturão dos médios (84kg) do UFC, Blachowicz garantiu, em conversa com o blog, que não subestimará o brasileiro faixa-preta de jiu-jitsu em sua primeira luta no hemisfério sul.

Leia tudo sobre MMA e lutas no Yahoo Esportes

“Eu gostaria de lutar pelo cinturão. Todos querem enfrentar Jon Jones pelo título, mas o foco agora é o ‘Jacaré’. Não estou pensando no Jon Jones agora”, disse Blachowicz.

“Será incrível. Bater [o ‘Jacaré’] será uma ótima vitória para mim por que ele é uma lenda. Ele realmente é um grande lutador, um grande oponente. Eu acredito que sim, sem dúvidas, eu disputarei o cinturão depois dessa luta”, completou.

Blachowicz e “Jacaré” conquistaram a maioria de suas vitórias no MMA por finalização, mas o polonês sabe que seu adversário é mais condecorado na arte suave. Ainda assim, o veterano de 36 anos não teme testar suas qualidades no solo.

“Ele é uma lenda, excelente no jiu-jitsu, ótimo na luta em pé, mas sei como batê-lo, sei como encontrar um caminho para vencer. Estou empolgado para lutar contra ele. Não é segredo que vou tentar manter a luta em pé, mas, se a luta for para o chão, eu também sei como usar meu jiu-jitsu contra o dele”, disse.

“Não tenho medo de lutar no chão com ele. Eu também sei jiu-jitsu, também sou um faixa-preta. Se formos para o chão, sei me defender ou até mesmo atacar para finalizá-lo.”

“Jacaré” só foi batido uma vez antes da decisão dos juízes desde que se juntou ao UFC em 2013, nocauteado por Robert Whittaker em abril de 2017, e é desta forma que Blachowicz, ex-campeão do tradicional evento polonês KSW, se imagina derrotando o brasileiro no ginásio do Ibirapuera.

“Estou pronto para uma guerra de cinco rounds, mas isso é tempo demais na minha opinião. Eu quero acabar com a luta… Um nocaute no terceiro round seria perfeito para mim. É, esse seria o melhor cenário para mim”, prevê.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter