Mercado fechará em 1 h 2 min
  • BOVESPA

    110.120,00
    -1.803,93 (-1,61%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.718,70
    -515,67 (-1,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,34
    -1,64 (-2,05%)
     
  • OURO

    1.782,30
    -27,30 (-1,51%)
     
  • BTC-USD

    17.072,58
    +44,64 (+0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    403,38
    -7,84 (-1,91%)
     
  • S&P500

    4.006,58
    -65,12 (-1,60%)
     
  • DOW JONES

    34.006,69
    -423,19 (-1,23%)
     
  • FTSE

    7.567,54
    +11,31 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    19.518,29
    +842,94 (+4,51%)
     
  • NIKKEI

    27.820,40
    +42,50 (+0,15%)
     
  • NASDAQ

    11.834,00
    -176,25 (-1,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5218
    +0,0278 (+0,51%)
     

Policiais monitoram bloqueio na rodovia Castelo Branco e aguardam novas determinações

SÃO PAULO, SP, 01.11.2022 - ESTRADAS-SP: Caminhoneiros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) protestam e bloqueiam a rodovia Castelo Branco, na altura do km 20 (divisa de Osasco com Barueri), na Grande São Paulo, na tarde desta terça-feira. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 01.11.2022 - ESTRADAS-SP: Caminhoneiros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) protestam e bloqueiam a rodovia Castelo Branco, na altura do km 20 (divisa de Osasco com Barueri), na Grande São Paulo, na tarde desta terça-feira. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após tentar desobstruir o bloqueio antidemocrático no km 26 da Rodovia Castelo Branco em Barueri (SP), a tropa de choque recuou e aguarda novas ordens. A Polícia Militar Rodoviária também observa a atuação dos manifestantes à espera de determinações.

De acordo com o porta-voz da Polícia Militar, capitão Glauco, os policiais receberam uma determinação de desobstrução por volta de 12h30 e a tropa de choque foi acionada. Houve uso de bala de borracha e gás lacrimogêneo e os manifestantes se dispersaram, voltando a se concentrar poucos metros à frente.

Agora, a corporação aguarda novas ordens, enquanto os manifestantes fecham três das quatro pistas no sentido interior.

De acordo com o capitão, trata-se do ponto mais importante de bloqueio na rodovia, uma vez que, nas imediações da capital, há possibilidade de desvios, algo mais difícil neste trecho da rodovia.

Ambulâncias e caminhões transportando oxigênio hospitalar e alimentos têm passagem liberada pela quarta faixa.