Mercado abrirá em 39 mins
  • BOVESPA

    121.113,93
    +412,93 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.726,98
    +212,88 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    62,91
    -0,22 (-0,35%)
     
  • OURO

    1.779,20
    -1,00 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    57.070,58
    +2.272,62 (+4,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.296,57
    -95,14 (-6,84%)
     
  • S&P500

    4.185,47
    +15,05 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.200,67
    +164,67 (+0,48%)
     
  • FTSE

    7.014,53
    -5,00 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    29.106,15
    +136,44 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.685,37
    +2,00 (+0,01%)
     
  • NASDAQ

    13.964,50
    -65,00 (-0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7025
    +0,0164 (+0,25%)
     

Polícia interrompe balada clandestina com 50 pessoas na zona sul de SP

Colaboradores Yahoo Notícias
·1 minuto de leitura
Festa clandestina com 50 pessoas é interrompida pela polícia em São Paulo
Festa clandestina com 50 pessoas é interrompida pela polícia em São Paulo

Uma balada clandestina com pelo menos 50 pessoas foi interrompida em uma casa noturna na região de Interlagos, zona sul de São Paulo, na madrugada deste domingo (21). A festa descumpriu os protocolos de segurança contra o novo coronavírus.

A operação aconteceu na casa noturna El Divino Bar, localizada na Avenida Atlântica. Participaram da ação as polícias Civil e Militar, a Vigilância Sanitária e o Procon.

Leia também

Os agentes de segurança flagraram frequentadores aglomerados na balada, muitos deles sem usar máscaras de proteção contra a Covid-19. O organizador do evento foi identificado e deverá ser responsabilizado pela realização da festa durante a pandemia.

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) acompanhou a fiscalização. Ele já havia participado da ação em um cassino de luxo onde foram flagrados o jogador Gabigol, do Flamengo, o cantor MC Gui e outras 200 pessoas. A Polícia Civil confirmou ter recebido a denúncia do parlamentar.

Festas e aglomerações estão proibidas em todo o estado e fase vai até 30 de março. Jogos de azar também configuram contravenção.