Mercado fechará em 2 h 35 min
  • BOVESPA

    118.245,03
    +864,54 (+0,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,06
    -500,45 (-1,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,56
    -0,21 (-0,40%)
     
  • OURO

    1.852,30
    -2,90 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    31.493,34
    -2.874,06 (-8,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    633,14
    -14,18 (-2,19%)
     
  • S&P500

    3.855,10
    -0,26 (-0,01%)
     
  • DOW JONES

    30.976,02
    +16,02 (+0,05%)
     
  • FTSE

    6.652,41
    +13,56 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.495,50
    +20,00 (+0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5141
    -0,1221 (-1,84%)
     

Polícia encerra festa proibida com dezenas de convidados no Ceará

Colaboradores Yahoo Notícias
·1 minuto de leitura

A Polícia Militar do Ceará encerrou na noite desta sexta-feira (18) uma festa com cerca de 40 pessoas na Região Metropolitana de Fortaleza. O evento, realizado na cidade de Eusébio, foi marcado por mensagens nas redes sociais.

De acordo com o portal G1, os agentes receberam denúncia sobre uma possível aglomeração de pessoas desrespeitando medidas de segurança contra a propagação do novo coronavírus.

Leia também

Quando chegaram ao local, os policiais flagraram dezenas de pessoas sem máscara e desrespeitando o isolamento social. Uma mulher, que não teve a identidade revelada, se apresentou como proprietária do imóvel, mas não foi conduzida à delegacia. Os participantes foram embora do local.

O governo estadual decretou medidas para evitar o contágio por coronavírus durante o período de fim de ano. As medidas começaram a valer no último dia 15. Entre eles, está a suspensão de quaisquer eventos sociais e corporativos, privados ou públicos, em ambientes abertos ou fechados no Estado; a proibição de festas em áreas comuns de quaisquer condomínios, residenciais, de lazer e mistos.

A capacidade máxima de festas residenciais ficou limitada a 15 pessoas, incluídos os moradores e colaboradores, devendo, no caso de condomínios, se fazer constar a capacidade máxima das respectivas unidades em local de fácil visualização dos condôminos.

Por fim, ficou proibida a realização pelos entes públicos de festas de réveillon (31 de dezembro), salvo em meio exclusivamente virtual.