Mercado abrirá em 1 h 8 min
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.867,62
    +338,65 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,98
    -0,37 (-0,60%)
     
  • OURO

    1.787,40
    -5,70 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    54.826,70
    -147,01 (-0,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.270,94
    +7,98 (+0,63%)
     
  • S&P500

    4.173,42
    +38,48 (+0,93%)
     
  • DOW JONES

    34.137,31
    +316,01 (+0,93%)
     
  • FTSE

    6.899,75
    +4,46 (+0,06%)
     
  • HANG SENG

    28.755,34
    +133,42 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.188,17
    +679,62 (+2,38%)
     
  • NASDAQ

    13.891,75
    -27,50 (-0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6482
    -0,0538 (-0,80%)
     

Polônia se desculpa por caos em vacinação após falha de sistema

Piotr Skolimowski
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O governo da Polônia pediu desculpas por uma falha que causou confusão na campanha de imunização no dia em que o país registrou recorde de novos casos de Covid-19.

Michal Dworczyk, chefe de gabinete do primeiro-ministro que supervisiona a imunização, disse que lamenta o “erro de sistema” em um site do governo, que permitiu a pessoas entre 40 e 50 anos se inscreverem para tomar a vacina um mês antes do previsto, e antes de muitos cidadãos mais velhos. O site travou e, várias horas depois, alguns dos novos agendamentos foram cancelados.

Para aumentar a confusão, o ministro da Saúde, Adam Niedzielski, parecia não estar ciente da mudança de critérios que não havia sido anunciada. A notícia de vagas disponíveis para vacinação se espalhou rapidamente pelas redes sociais na manhã de quinta-feira, embora algumas pessoas inicialmente tenham desconfiado e atribuído a informação ao Dia da Mentira.

Nas últimas 24 horas, a Polônia registrou 35.251 novos casos de Covid, outro recorde que coloca ainda mais pressão sobre o sistema de saúde já próximo do colapso. Outros 621 poloneses morreram devido ao coronavírus, aumentando o número de mortos para 53.665. Além das consequências econômicas da pandemia, os problemas persistentes da Polônia para combater o vírus também reduzem a popularidade do partido governista Lei e Justiça.

Para piorar as coisas para o governo - há meses dominado por disputas internas entre os parceiros da coalizão -, a Polônia se mostra relativamente atrasada no processo de vacinação, mesmo em comparação com outros países da União Europeia, segundo dados compilados pela Bloomberg. Várias pesquisas de opinião recentes mostram que a popularidade da coalizão governante caiu para cerca de 30%, menos do que os dois principais partidos da oposição juntos.

“O desastre desta manhã provou que o governo Lei e Justiça e seus esforços pandêmicos são um caos”, disse Krzysztof Gawkowski, parlamentar da oposição, que pede uma investigação sobre o programa de vacinação.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.