Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.564,44
    +1.852,44 (+1,57%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.399,80
    +71,60 (+0,15%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,31
    -0,38 (-0,58%)
     
  • OURO

    1.786,60
    +10,60 (+0,60%)
     
  • BTC-USD

    56.790,29
    +2.433,93 (+4,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.454,47
    +49,16 (+3,50%)
     
  • S&P500

    4.167,59
    +2,93 (+0,07%)
     
  • DOW JONES

    34.230,34
    +97,31 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.039,30
    +116,13 (+1,68%)
     
  • HANG SENG

    28.417,98
    -139,16 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.812,63
    -241,37 (-0,83%)
     
  • NASDAQ

    13.483,50
    -52,50 (-0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4265
    -0,1128 (-1,72%)
     

Polícial Militar é morto pelo próprio filho após os dois e a mãe se desentenderem

Extra
·1 minuto de leitura

O cabo da Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM) Igor Sérgio Moreiram, de 41 anos, foi morto em casa pelo próprio filho. Segundo apurou o G1, a morte ocorreu na madrugada desta quinta-feira, no município de Nilópolis, na Baixada Fluminense.

O parricídio aconteceu depois de os dois terem um desentendimento familiar, de acordo com informações da Polícia Civil.

Ao G1, um dos investigadores conta que Igor chegou em casa e teve uma discussão com seu filho, Yan Sérgio Santos Moreira da Silva, de 21 anos, e sua esposa, Alecindra Pereira dos Santos, de 40 anos.

A briga aumentou quando o PM pegou sua arma e ameaçou de morte os dois familiares.

Ainda segundo a Polícia Civil Igor deixou a arma cair no chão quando tentava agredir o filho. Em seguida, o jovem pegou a arma e disparou contra o próprio pai.

Após o ocorrido, Yan Sérgio ligou para a polícia e informou o que tinha acontecido.

Policiais do batalhão de Mesquita (20º BPM) registraram a ocorrência e encaminharam todos os envolvidos para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense.