Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.608,76
    -345,14 (-0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.036,38
    +293,23 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,41
    +1,98 (+1,83%)
     
  • OURO

    1.809,40
    +7,90 (+0,44%)
     
  • BTC-USD

    20.249,76
    +951,42 (+4,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    429,24
    +9,10 (+2,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.232,65
    +64,00 (+0,89%)
     
  • HANG SENG

    21.830,35
    -29,44 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.153,81
    +218,19 (+0,84%)
     
  • NASDAQ

    11.691,50
    +80,25 (+0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5471
    -0,0069 (-0,12%)
     

Polícia de SP prende outro suspeito do assassinato de Bruno e Dom

RSÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dos suspeitos de participação no assassinato de Bruno Pereira e Dom Phillips, no Amazonas, entregou-se à polícia de São Paulo nesta quinta-feira (23). Trata-se de Gabriel Pereira Dantas, que se apresentou ao 2º Distrito Policial da cidade e foi preso em seguida.

Segundo policiais ouvidos pela reportagem, ele admitiu participação no crime. Dantas deve ser encaminhado para a guarda da Polícia Federal, responsável pela apuração do caso, ao lado da polícia do Amazonas.

Nesta quarta-feira, a Polícia Federal informou que concluiu a perícia de genética forense e que os corpos do indigenista e do jornalista serão liberados para as famílias nesta quinta-feira (23).

"A Polícia Federal comunica que os corpos de Dom Phillips e Bruno Pereira serão entregues às famílias amanhã, dia 23 de junho, com previsão de decolagem do aeroporto de Brasília às 14h", disse a corporação, em nota.

Ainda de acordo com a PF, as amostras biológicas identificaram "dois perfis genéticos distintos" e os resultados apontaram se tratar "dos remanescentes de Dom Phillips e Bruno Pereira".

"Os trabalhos dos peritos do Instituto Nacional de Criminalística continuarão nos próximos dias concentrados na análise de vestígios diversos do caso."

Pereira e Phillips foram mortos em região próxima à terra indígena do Vale do Javari, no estado do Amazonas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos