Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    59.643,34
    -1.809,98 (-2,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Polícia Militar do Rio vai oferecer cursos de capacitação em gestão pública aos servidores

·1 minuto de leitura

A Polícia Militar do Rio começou a desenhar cursos de capacitação em gestão pública que serão ofertados à corporação. A ideia é levar conhecimento sobre leis, termos jurídicos e assuntos de governança aos servidores, para facilitar funções relacionadas a processos de pessoal, como promoção e passagem para inatividade, e licitações, por exemplo. Uma parceria com o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), para elaboração conjunta dos treinamentos, já está em construção.

Segundo o chefe da Controladoria da Secretaria de Estado de Polícia Militar, coronel Ari Santos, o público-alvo e a ementa de cada curso ainda serão definidos. Além de oficiais, praças devem ser incluídos, já que desempenham papel de assessoria em atividades administrativas.

— Os cursos serão customizados de acordo com as demandas da instituição, principalmente no que tange a processos de aquisição. As leis passam por modificações constantes, então precisamos nos adaptar a isso e às posições jurisprudenciais dos tribunais da União e dos Estados — afirma Santos.

A pasta ainda analisa se a oferta dos treinamentos será única ou continuada e se a adesão dos policiais militares será obrigatória ou voluntária. Por enquanto, não há previsão de quando as aulas serão iniciadas.

— A intenção é agregar valores que possam ser praticados — diz o coronel.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos