Mercado abrirá em 5 h 22 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,31
    +2,13 (+3,22%)
     
  • OURO

    1.788,30
    +11,80 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    56.877,17
    +453,73 (+0,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,32
    +21,54 (+1,49%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.059,45
    -50,50 (-0,71%)
     
  • HANG SENG

    23.744,34
    +269,08 (+1,15%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.392,25
    +241,75 (+1,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3938
    +0,0238 (+0,37%)
     

Polícia Federal e MPF fazem operação para reprimir conflitos agrários em possível atuação de 'milícia rural' na Região dos Lagos

·1 min de leitura

A Polícia Federal realizou uma ação em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, para combater o que chamou de "milícia rural". Os agentes cumpriram mandado de busca e apreensão em um imóvel rural, localizado em São Mateus. A operação contou com o apoio do Ministério Público Federal (MPF).

O objetivo era reprimir conflitos agrários e possível milícia atuando na disputa por terras na região. De acordo com a PF, o local tem sido palco de conflitos envolvendo acampados e fazendeiros desde 2017. Na ocasião, a propriedade rural foi desapropriada pela União em favor do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).
As investigações da PF apontam para a existência de milícia rural que estaria tentando obter ilegalmente propriedades na região, o que culminou em ameaças e perseguições aos acampados para que deixassem o local. A Delegacia de Polícia Federal em Macaé dará continuidade à investigação para apurar o caso e identificar os envolvidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos