Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.608,59
    -275,32 (-0,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Polícia encontra duas crianças levadas pelo pai e mãe comemora nas redes

·2 minuto de leitura

RIO - A Polícia Civil do Ceará localizou as duas meninas, uma de 3 e 4 anos, que foram levadas pelo pai no último domingo em Jijoca de Jericoacoara, Ceará. Elas foram encontradas na cidade de Senhor do Bonfim, na Bahia.

Segundo o Delegado Felipe Néri, o homem teve o mandado de prisão cumprido e as crianças foram devolvidas para a mãe. Uma pistola calibre 22, um revólver 38 e a quantia de R$ 12 mil foram apreendidos com o suspeito, que está à disposição da Justiça.

O registro do desaparecimento das crianças foi feito na última segunda-feira, pela mãe das meninas, Caroline Gadelha, e o padrasto Jefferson Gadelha que divulgaram fotos do pai biológico, Pedro Alan, de 45 anos, e das crianças Alice e Isabel nas redes sociais. O casal pedia ajuda para que encontrassem as meninas.

Através das redes sociais, Caroline contou com detalhes que não via suas filhas desde a última sexta-feira, dia 30. “Elas foram para a visita na casa do pai, na sexta-feira, às 19h. O dia de retorno para a nossa casa seria em um domingo, às 19h”. O padrasto Jefferson foi buscá-las e ao chegar na casa do ex-marido não encontrou ninguém. “Nenhum familiar dele sabe nenhuma notícia. A família dele não mora aqui, eles são da Bahia", acrescentou Caroline.

No vídeo, a mãe das meninas conta que exsitia uma medida protetiva contra o ex-marido, mas ele conseguiu na Justiça o direito de ver as filhas em visitas pontuais. “Após quatro meses que essas visitas foram concedidas, ele fugiu com minhas filhas”, disse ela.

Nesta quinta-feira, Caroline gravou um outro vídeo agradecendo o apoio que recebeu durante as buscas. Ela agradeceu as orações, as mensagens de apoio de pessoas que ela não conhecia, mas acreditavam que ia dar certo. "Deus ouviu cada mãe. Oração de mãe é tão forte e tão poderosa. Acharam as nossas meninas", comemora ela.