Mercado abrirá em 2 h 34 min

Poco confirma X2 e anuncia data de lançamento. Confira!

Felipe Junqueira

A Poco confirmou, nesta segunda-feira, 27, que o seu primeiro dispositivo como marca independente da Xiaomi vai se chamar X2. E também marcou a data do anúncio oficial: dia 4 de fevereiro. Uma página especial para o dispositivo já dá algumas pistas sobre o que podemos esperar dele, como alta taxa de atualização da tela e foco em jogos.

Em um tweet, a Poco Índia traz o link para uma página que faz a medição da taxa de atualização do seu smartphone. Se você abrir pelo computador, há um aviso dizendo que o teste só funciona no mobile. É mais uma pista forte de que o dispositivo vem com os 120 Hz, igual ao Redmi K30.


Pouca coisa está confirmada na página oficial da empresa. Aparentemente, o dispositivo terá o sensor Sony IMX686 para fotos, com 64 MP de resolução. E está confirmado que virá com um Snapdragon em seu interior, possivelmente o 730G, que é focado em jogos. O dispositivo ainda conta com um sistema de resfriamento, outra característica que tem sido tratada como crucial para modelos gamers no mercado.

Na esteira do Pocophone F1

O X2 quer aproveitar o estrondoso sucesso do Pocophone F1, um modelo topo de linha por dentro, mas com acabamento de plástico, que caiu nas graças do público. Nos últimos dias, houve uma boa movimentação na subsidiária da Xiaomi, que ganhou status de empresa independente, com o nome Poco, e começou a propagandear um novo dispositivo na Índia.

“Acreditamos que este é o momento certo de deixar a Poco operar por conta própria, e é por isso que estamos animados em anunciar que ela fará um spin-off como marca independente", declarou Manu Kumar Jain, vice-presidente e chefe de operações da Xiaomi na Índia, em comunicado na semana passada.

Pouco depois de ser oficialmente anunciada como empresa com operações independentes, ou seja, com estratégias de lançamentos, marketing e até desenvolvimento próprio, a nova companhia começou a fazer pequenos “teasers” de seu próximo aparelho nas redes sociais. E, apesar de a marca Poco F2 estar registrada, pode não ser este o nome do smartphone.

Poco esconde nome do dispositivo a ser revelado em fevereiro (Imagem: Reprodução/Twitter)

De acordo com uma postagem da filial indiana da Poco no Twitter, o gerente-geral da companhia no país confirmou que a intenção da empresa é anunciar um novo dispositivo em fevereiro.

O perfil oficial ainda linkou um artigo que fala sobre uma busca em se tornar “legalmente independente na Índia para lançar um novo dispositivo em fevereiro”. O artigo é do dia 23 de fevereiro, cerca de cinco dias depois do anúncio da separação da marca Poco da Xiaomi - a empresa segue como subsidiária, ao menos na China.

Separado, mas nem tanto

Mas, apesar de toda essa luta pela divisão entre a marca e a Xiaomi - incluindo a outra subsidiária, a Redmi - a Poco pode não ser lá tão independente assim. Há algumas dicas, oficiais e extraoficiais, sobre o tal dispositivo que vai ser anunciado em fevereiro, incluindo o nome e as possíveis especificações.

Postagens da marca nas redes sociais dão algumas dicas. A principal e mais clara é que o nome não vai ser Poco F2. Olhos muito atentos conseguem detectar uma possibilidade: Poco X2, como você pode reparar no vídeo abaixo. Na primeira tela, dois dos “usuários” do suposto chat têm o ícone substituído do padrão para a letra X, em um caso, e o número 2, em outro.


Enquanto isso, outras informações apontam para a possibilidade de o dispositivo ser uma espécie de versão 4G do Redmi K30 para os indianos. Foi uma reportagem do site XDA Developers quem levantou essa hipótese, baseado em duas pistas.

A primeira é que a própria Xiaomi trata o Poco X2 internamente com o código “phoenixin”, muito parecido com o codinome do Redmi K30 4G, chamado de “phoenix”. Pelo término no nome do primeiro, dá para imaginar que seja um indicativo do mercado alvo, ou seja, a Índia.

Poco X2 seria uma versão indiana do Redmi K30 4G, segundo o XDA Developers (Imagem: Divulgação)

Outra pista é o código dos modelos. O sistema BIS, que é uma espécie de Anatel indiana, registrou um produto da Poco com o número de modelo M1912G7BI. O Redmi K30 4G na China é M1912G7BC. Muda apenas a última letrinha, de C, no modelo chinês, para I, no indiano. Em resumo, a letra inicial de cada país.

Parece que tornar-se uma marca independente não separa, de fato, a Poco da matriz e subsidiária no final das contas. O que fica evidente é uma possibilidade: a Poco terá como principal mercado a Índia, enquanto a Redmi deve mirar a China e, possivelmente, o ocidente, já que é uma marca conhecida também na Europa e América Latina, principalmente.

Caso a reportagem do XDA Developers esteja correta, podemos esperar as seguintes especificações do Poco X2:

Poco X2: ficha técnica

  • Tela IPS LCD de 6,67 polegadas Full HD (2400 x 1080) 20:9 e taxa de atualização de 120 Hz;
  • Chipset Qualcomm Snapdragon 730G
  • RAM e armazenamento nas opções 6/64 GB, 6/128 GB e 8/256 GB com suporte a expansão via cartão micro SD
  • 3 câmeras traseiras (+ sensor de profundidade 2 MP)
    • Principal: 64 MP f/1,9
    • Ultra-wide: 8 MP f/2.2
    • Macro: 2 MP f/2.4

  • Frontal: 20 + 2 MP (sensor de profundidade)
  • Sistema: MIUI 11 (baseada no Android 10)
  • Bateria de 4.500 mAh com carregador rápido de 27W
  • Leitor de impressão digital na lateral, conector USB-C, entrada P2, NFC
  • Dimensões e peso: 165,3 x 76,6 x 8,79 mm; 208 g

E aí, está animado para um novo smartphone da Poco, ou acha que a marca vai acabar ficando restrita a alguns mercados, enquanto a Redmi traz dispositivos mais baratos para o ocidente?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: